F1: Lotus reedita pintura clássica com preto e dourado no carro de 2011

No ano que vem, a Lotus deixará para trás o rótulo de “nanica” e deverá melhorar o desempenho com motor da Renault e tecnologia de câmbio da Red Bull. E as mudanças não vão ser só na parte mecânica. A escuderia anunciou nesta quinta-feira que vai voltar a exibir a clássica pintura com preto e dourado.

Com esse design, a Lotus fez história com o primeiro título de Emerson Fittipaldi e a primeira vitória de Ayrton Senna. A pintura foi lançada em 1971, e carregou as cores do patrocinador John Player Special até 1979, e depois de 1981 até 1986, antes de virar amarela devido à entrada da Camel.

Para reeditar as famosas cores no carro de 2011, a Lotus vai promover uma competição com o público. Os próprios fãs vão fazer as suas sugestões de design, e a melhor será escolhida para estampar a carenagem da equipe na próxima temporada.

“Sei que o retorno da legendária pintura em preto e dourado vai ter apoio universal, já que despertará emoção nos fãs ao redor do mundo. Dar a eles a chance de trazer isso de volta ao grid atual faz parte do nosso objetivo de colocar esses fãs no coração da Lotus, e não podemos esperar para apresentar o resultado”, comentou o chefe executivo do time, Riad Asmat.

Fonte: UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *