F1: Massa anuncia saída da Ferrari e Brasil pode ficar sem piloto na F-1

O brasileiro Felipe Massa deixará a equipe Ferrari de Fórmula 1 ao fim da temporada da categoria. O próprio piloto divulgou a informação na tarde desta terça-feira por meio de mensagem em suas redes sociais, em que afirma que começa a procurar outra equipe para defender no Mundial de 2014.

Massa se tornou piloto titular da Ferrari em 2006 e teve seu melhor momento na escuderia na temporada de 2008, quando foi vice-campeão do Mundial. Na ocasião, ele perdeu a disputa para o britânico Lewis Hamilton por apenas um ponto no campeonato encerrado no Grande Prêmio do Brasil, em Interlagos.

O piloto paulista, no entanto, encontrou dificuldades para estabelecer resultados consistentes nas últimas temporadas, sobretudo após acidente na Hungria em 2009, e se tornou coadjuvante na escuderia italiana com a contratação do espanhol Fernando Alonso.

“Gostaria de agradecer pela amizade, vitórias e um lindo momento com a Ferrari. Vou com tudo para minhas últimas sete corridas como piloto da Ferrari. A partir de agora quero achar uma equipe que me dê um carro competitivo para conseguir mais vitórias e vencer um campeonato que é meu sonho”, escreveu.

O substituto do piloto brasileiro na escuderia Ferrari deve ser anunciado já nesta quarta-feira com o finlandês Kimi Raikkonen como favorito para ocupar o posto. O alemão Nico Hulkenberg, atualmente na Sauber, também é apontado como possível piloto da equipe no Mundial de 2014.

Caso Raikkonen seja confirmado na Ferrari, Massa tem como principal alternativa para a próxima temporada a vaga deixada pelo finlandês na Lotus. A equipe comandada por Eric Boullier apresentou evolução nos últimos anos e já tem condições de colocar seus pilotos constantemente entre os primeiros colocados das provas da categoria.

Mas se não acertar com as Lotus, as opções de Massa para seguir na Fórmula 1 competitivamente são poucas, já que as outras equipes de ponta têm suas duplas de pilotos praticamente definidas.

Nos últimos anos, o Brasil sofreu acentuada queda no número de competidores na principal categoria de automobilismo do mundo e atualmente conta apenas com Massa. Caso o paulista não encontre lugar para correr em 2014, o País provavelmente ficará sem um representante na F-1.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *