F1: Massa bate Schumacher no fim e larga na pole no Japão

O brasileiro Felipe Massa superou o alemão Michael Schumacher no final do treino classificatório e garantiu a pole position para o Grande Prêmio de Suzuka, no Japão, penúltima etapa da temporada 2006 da Fórmula 1.

A corrida, com início às 2h de domingo (horário de Brasília) pode definir o campeonato. Caso Schumacher, que vai largar em segundo, vença, e o espanhol Fernando Alonso, da Renault, não marque pontos, o alemão fica com o oitavo título de sua carreira. Hoje, os dois estão empatados na liderança, com 116 pontos, mas o alemão leva vantagem no número de vitórias (sete contra seis).


Schumacher deu pinta de que ficaria com a pole ao cravar o tempo de 1:29.711 pouco antes do final da sessão. Mas Massa, que vinha liga atrás, marcou 1:29.599, superou o heptacampeão e garantiu a dupla da Ferrari na primeira fila.


Esta foi a segunda pole da carreira do brasileiro, que também havia largado em primeiro no GP da Turquia, quando conseguiu sua primeira vitória na Fórmula 1.


“Com certeza, eu deixei a Ferrari em boas condições para vencer os dois campeonatos [pilotos e construtores]. Estou trabalhando duro para chegar a esse objetivo”, comentou Massa.


“Estou muito feliz por ele, ele fez um grande trabalho. Não tivemos muitas lutas um contra o outro, estamos trabalhando juntos e por isso estou feliz”, disse Schumacher, sobre Massa.


“Estamos pensando alto, estamos na primeira fila, e as Renaults estão na terceira. É uma boa posição para nós, considerando a corrida e o campeonato”, completou o heptacampeão.


O italiano Jarno Trulli, da Toyota, ainda teve a chance de roubar a pole de Massa. Ele foi mais veloz que o brasileiro na primeira parcial de sua última volta, mas não manteve o ritmo e vai largar em quarto, com 1:30.039, atrás de seu companheiro de equipe, o alemão Ralf Schumacher, que cravou 1:29.989.


Com a Ferrari dominando a primeira fila, e a Toyota na segunda, restou para o atual campeão Alonso ficar apenas na quinta colocação, com 1:30.371, largando ao lado de outro carro da Renault, Giancarlo Fisichella, o sexto, com 1:30.599.


A semana foi complicada para Alonso, em boa parte, por culpa do próprio piloto espanhol. Depois de ver Schumacher ficar com a vitória no GP da China, na última etapa, e assistir ao alemão assumir pela primeira vez a liderança do Mundial, Alonso passou a criticar sua equipe, desde os mecânicos até os engenheiros, causando um mal-estar interno que, ao que parece, refletiu no rendimento dos carros franceses na pista de Suzuka.


“O resultado foi bom, eu acho. Claro que a posição não é o ideal na luta pelo título, mas temos visto grandes mudanças nas corridas deste ano. Por isso, tudo pode acontecer”, comentou Alonso.


A quarta fila ficou com a dupla da Honda. O britânico Jenson Button encerrou em sétimo, com 1:30.992, superando o brasileiro Rubens Barrichello, com 1:31.478. O alemão Nick Heidfeld, da BMW, vai largar em nono, com 1:31.513, à frente do compatriota Nico Rosberg, da Williams, com 1:31.856.


Decepções e sufoco


Enquanto as Ferraris dominavam, e a Renault tentava, sem sucesso, melhorar seu rendimento, a primeira parte do treino deixou os carros da Red Bull de fora, com o escocês David Coulthard em 14º, uma posição à frente de seu companheiro, o holandês Robert Doornbos.


A segunda fase teve como decepção a McLaren, já que seus dois pilotos não conseguiram avançar para a superpole. O finlandês Kimi Raikkonen apareceu em 11º, enquanto o espanhol Pedro de la Rosa terminou em 13º.


Quem conseguiu vaga na superpole no instante final da sessão foi Rubens Barrichello, da Honda. O brasileiro cravou 1:30.598 em sua última volta e conseguiu o 10º tempo, desbancando Raikkonen.


“Eu realmente não entendi qual foi o problema com o carro, que estava muito devagar. Mas não é impossível conseguir um resultado decente”, analisou Raikkonen.


Assim, Michael Schumacher, Massa, Trulli, Button, Ralf Schumacher, Fisichella, Rosberg, Alonso, Heidfeld e Barrichello, nessa ordem, avançaram para a superpole. No final, as Ferraris confirmaram a boa fase, completando a primeira fila, deixando as Toyotas na segunda e as Renaults na terceira.


Veja os tempos do treino classificatório em Suzuka:


1) Felipe Massa (BRA/Ferrari/B), 1min29s599
2) Michael Schumacher (ALE/Ferrari/B), 1min29s711
3) Ralf Schumacher (ALE/Toyota/M), 1min29s989
4) Jarno Trulli (ITA/Toyota/M), 1mn30s039
5) Fernando Alonso (ESP/Renault/M), 1min30s371
6) Giancarlo Fisichella (ITA/Renault/M), 1min30s599
7) Jenson Button (ING/Honda/M), 1min30s992
8) Rubens Barrichello (BRA/Honda/M), 1min31s478
9) Nick Heidfeld (ALE/BMW Sauber/M), 1min31s513
10) Nico Rosberg (ALE/Williams Cosworth/B), 1min31s856
11) Kimi Raikkonen (FIN/McLaren Mercedes/M), 1min30s827
12) Robert Kubica (POL/BMW Sauber/M), 1min31094
13) Pedro de la Rosa (ESP/McLaren Mercedes/M), 1min31s254
14) Mark Webber (AUS/Williams Cosworth/B), 1min31s276
15) Vitantonio Liuzzi (ITA/Toro Rosso Cosworth/M), 1min31s943
16) Christijan Albers (HOL/MF1 Toyota/B), 1min33s750
17) David Coulthard (ESC/Red Bull Ferrari/M), 1min32s252
18) Robert Doornbos (POR/Red Bull Ferrari/M), 1min32s402
19) Scott Speed (EUA/Toro Rosso Cosworth/M), 1min32s867
20) Takuma Sato (JAP/Super Aguri Honda/B), 1min33s666
21) Tiago Monteiro (POR/MF1 Toyota/B), 1min33s709
22) Sakon Yamamoto (JAP/Super Aguri Honda/B), sem tempo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *