F1: Massa diz que vantagem não deve se manter todo o fim de semana

O brasileiro Felipe Massa descartou que a diferença apresentada por ele em relação a seus adversários no segundo treino livre desta sexta-feira para o Grande Prêmio da Hungria seja uma característica que se manterá durante todo o fim de semana.

Massa registrou 1:21.778, terminando o segundo treino 1s319 mais rápido que o atual campeão do mundo, Fernando Alonso, da Renault. O brasileiro, no entanto, não foi o mais veloz do dia, pois Kimi Raikkonen, da McLaren, registrou 1:21.624 pela manhã.

“Não é significante, pois eu não fui para a pista no primeiro treino”, disse Massa ao responder pergunta sobre se a diferença para Alonso era um indicativo da situação. “Eu só andei na segunda sessão então tinha pneus novos. A diferença não será tão grande quanto foi hoje, mas tomara que possamos construir uma vantagem.”

Para o piloto brasileiro, o dia de treinos livres foi positivo. “Diria que foi um dia muito bom logo que deixei os boxes. Já estávamos fazendo voltas muito rápidas, mas foi um pouco difícil acertar o carro com pneus velhos”, explicou.

“Hoje o traçado estava muito, muito sujo e em condições muito ruins, especialmente depois da chuva e tudo mais. Então ainda tem muita melhora para ser encontrada no sábado e domingo”, acrescentou Massa.

A Ferrari busca neste fim de semana sua quarta vitória consecutiva na temporada. Após os treinos livres, Massa diz que a esperança de consegui-la aumentou. “Nós temos um bom carro, competitivo, é importante manter o ritmo – não ser rápido apenas na primeira volta, mas consistente o tempo todo.”

O companheiro de Massa, Michael Schumacher, foi o quarto melhor do dia nos tempos combinados, registrando uma marca de 1:22.499.

Fonte: UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *