F1: Massa nega erro estratégico da Ferrari no KERS

Para Felipe Massa, a adoção do sistema de recuperação de energia cinética (KERS) não foi um erro estratégico da Ferrari. Ele argumentou que sua equipe é a mais rápida entre as que usam o dispositivo e negou que ele seja um dos motivos da falta de competitividade da escuderia italiana no começo da temporada.

“Assim como a McLaren, a BMW e a Renault, o único que quisemos foi utilizar as novas regras técnicas para obter o máximo benefício”, explicou o atual vice-campeão mundial em entrevista ao jornal alemão Die Welt. Com oito pontos ganhos, o brasileiro é o 10º na tabela de classificação do Mundial.

Apesar do desempenho abaixo do esperado, Massa não classifica o investimento no dispositivo como um erro da Ferrari. “Teria sido muito embaraçoso se as outras equipes tivessem utilizado o KERS com sucesso e a Ferrari ficasse atrás sem ele. Tínhamos que utiliza-lo”, reiterou.

Diferente de Brawn GP, Red Bull e Toyota, principais destaques desta temporada, Ferrari e McLaren desenvolveram seus carros em torno do KERS. Após as seis primeiras etapas do Mundial, um piloto equipado com o dispositivo ainda não conseguiu vencer.

“Até esse momento, temos o melhor carro entre os que usam o KERS, mas, infelizmente, os Brawn são melhores sem ele”, declarou Massa. Com cinco vitórias em seis corridas, o britânico Jenson Button lidera o Mundial seguido pelo Brasileiro Rubens Barrichello, seu companheiro de equipe.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *