F1: Massa volta a trocar farpas com Hamilton e pede punição após manobra polêmica do rival

O relacionamento entre Felipe Massa e Lewis Hamilton na atual temporada não é nada cordial e o Grande Prêmio do Japão serviu para apimentar ainda mais a rivalidade dos dois pilotos após um novo toque em disputa por posição e troca de farpas após a corrida em Suzuka.

Quando tentava tomar a quarta colocação do piloto inglês, Felipe Massa acabou vendo o rival lhe jogar o carro em cima na curva e acabou perdendo um pedaço do carro, que causou a entrada do safety car na pista. A manobra chegou a ser investigada pelo comissário convidado, o australiano Alan Jones. Conhecido por ter protagonizado disputas acirradas, Jones preferiu não punir Hamilton.

Rival de Felipe Massa na disputa do título de 2008, quando foi o campeão no Brasil, o inglês não deixou barato na resposta e fez uma ironia ao brasileiro da Ferrari ao comentar a disputa na pista.

“Não tenho intenções ruins com ele e não foi intencional. Espero que possamos nos evitar. Mas estava muito lento hoje, por isso andei perto dos caras de trás”, afirmou Lewis Hamilton para esquentar a briga.

Felipe Massa não aceitou a provocação e rebateu pedindo que a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) possa punir Lewis Hamilton depois de mais uma polêmica na pista.

“Eu não quero saber, para ser honesto, o que ele [Hamilton] disse. A única coisa que me importa é o que ele fez. Eu estava muito mais rápido quando foi para o lado de fora e freei. Eu fiquei em minha linha, ele virou seu carro e tocou o meu. Não há nada a dizer. Agora, o que ele diz, não me importa. Eu me importo com o que a federação diz e o que a FIA faz”, afirmou Felipe Massa em entrevista à revista Autosport.

O brasileiro não se conformou com o fato de a entidade máxima do automobilismo ter decidido por não punir Hamilton e lembrou que neste fim de semana ele já havia se envolvido em polêmica com Michael Schumacher no treino de classificação.

“Eles puniram pilotos por muito menos neste ano e desta vez não fizeram. É a segunda vez seguida após o problema na qualificação e também na última corrida, e o que aconteceu ontem. E muitas vezes neste ano. A FIA precisa cuidar disso. Eles são os únicos que podem cuidar disso”, reclamou Massa. “Talvez se eu vir Charlie vou conversar com ele. Mas não há realmente nada a dizer”, completou.

Lewis Hamilton terminou a corrida na quinta colocação em Suzuka, enquanto Felipe Massa foi apenas o sétimo depois de eles terem largado lado a lado no grid do Grande Prêmio do Japão.

Fonte: UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *