F1: Mau início faz Caterham promover volta de Kovalainen como reserva

Heikki Kovalainen está de volta à Caterham e à Fórmula 1. Um mês e meio após anunciar preterir o finlandês para contratar Giedo van de Garde, a escuderia malaia anuncia o seu retorno como piloto reserva. Sua reestreia será já neste final de semana, no primeiro treino-livre do Grande Prêmio do Bahrein.

“Heikki volta a trabalhar na pista conosco e estamos felizes por voltar a dar as boas-vindas. Ele tem seis anos de experiência na F1, o que é ideal para nos dar um bom feedback dos vários tipos de acerto que testaremos de agora em diante. Também vai poder nos dar uma opinião objetiva a respeito dos pneus de 2013 face à sua experiência com os compostos de 2012. Depois de três temporadas, seria um desperdício não aproveitar sua valiosa experiência”, diz o chefe da equipe, Cyril Abiteboul.

Após passar por Renault e McLaren, Kovalainen defendeu as cores da Caterham entre 2010 e 2012 – os dois primeiros anos quando a equipe ainda corria com o nome da Lotus. Apesar de obter resultados satisfatórios, o finlandês não foi páreo para o aporte financeiro oferecido por Charles Pic e Van der Garde e não renovou contrato para esta temporada.

Apesar da melhora em sua conta bancária, a equipe teve desempenho abaixo do esperado e tem sido a pior no grid da F-1. A fim de desenvolver o seu carro, apostou na experiência de Kovalainen, que substitui o chinês MA Qing-Hua – que além de perder o posto de segundo reserva foi trocado por Alexander Rossi na divisão da GP2 da Caterham e tem futuro incerto na equipe.

“Obviamente, é uma grande notícia o fato de que eu voltarei à pista no Bahrein e na Espanha. Tenho muita vontade de voltar a trabalhar e ajudar a equipe tanto quanto possível. Darei à equipe meu feedback a respeito das novas peças que vamos levar para essas corridas e vou trabalhar de maneira próxima com os pilotos e engenheiros de pista e na sede da equipe para ajudar a todos a tirar o máximo de proveito deste novo carro”, relata o finlandês.

“É genial poder anunciar que vou ajudar a equipe em 2013. Estou fisicamente preparado para voltar a estar no carro e sei que a minha experiência poderá ajudá-la a ter novas ideias e opções para seguir o rumo certo nesta estratégia. Estou bem ansioso para voltar ao trabalho”, completa.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *