F1: McLaren diz não temer briga interna entre pilotos

O chefe da escuderia McLaren, Ron Dennis, disse nesta terça-feira que não teme a possibilidade de desenvolvimento de atrito entre seus pilotos Fernando Alonso e Lewis Hamilton na briga por vitórias nesta temporada da Fórmula 1.

Para o dirigente, toda a preocupação da McLaren está voltada para a superação de seus principais adversários. “A competição está naqueles carros que estão na nossa frente”, disse Dennis, cuja equipe conquistou sua primeira vitória em mais de um ano no último final de semana, no GP da Malásia.

“Não nos preocupamos um com o outro. Apenas nos concentramos em superar qualquer um que fique na nossa frente no grid e na pista de corrida”, acrescentou o chefe de equipe.

Outro dirigente que rejeita a competição entre seus pilotos é Norbert Haug, responsável da Mercedes na equipe. Segundo ele, não se deve deixar empolgar pelo desempenho do novato Hamilton nas duas primeiras corridas do ano, lembrando que ele está competindo com um dos melhores pilotos do mundo.

“Não devemos nos deixar levar por esta segunda corrida”, disse Haug. “Ele está fazendo um trabalho fantástico e nós sabemos que ele está correndo contra um dos melhores na Fórmula 1”, acrescentou se referindo ao bicampeão Alonso.

Na primeira corrida do ano, sua estréia na Fórmula 1, Hamilton terminou na terceira colocação, e na segunda, na Malásia, foi o segundo colocado, atrás apenas de Alonso. “Acho que é uma grande conquista o que ele fez até agora. Mas faremos isto passo a passo, e claro, iremos melhorar o carro”, disse Haug.

“Eu acho que é notável que um cara como Fernando diga que ainda podemos melhorar o carro e que ele pode melhorar a si mesmo. É um jogo de equipe e eu acho muito, muito positivo para nós”, completou.

Com a vitória em Sepang, Alonso assumiu a liderança do Mundial de Pilotos, ficando dois pontos à frente de Kimi Raikkonen, da Ferrari. No Mundial de Construtores, a McLaren também está na frente, com nove pontos de vantagem para a adversária italiana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *