F1: Mercedes já admite discutir futuro do pressionado Kovalainen

A McLaren já não faz mais questão de esconder que o futuro de Heikki Kovalainen está em xeque. Com contrato com o time inglês apenas até o fim deste ano, o finlandês terá de mostrar serviço se quiser continuar como o parceiro de Lewis Hamilton, conforme admite o diretor esportivo da Mercedes-Benz, Norbert Haug.

“A Fórmula 1 é uma competição muito dura, e Heikki sabe que tudo é decidido pelo desempenho”, apontou Haug à revista alemã Auto Motor und Sport. As declarações do dirigente, que ainda revelou estar ‘observando cada posição de chegada e cada décimo’ obtidos pelo piloto de 27 anos, confirmam especulações de que Kovalainen pode sair após esta temporada.

Curiosamente, o finlandês nem está colecionando tantos resultados negativos em 2009 quanto o fez em 2008, quando somou apenas 53 pontos na classificação geral, contra 98 do campeão Hamilton. Desta vez, o ex-representante da Renault não vem brilhando, mas sua desvantagem para o companheiro de McLaren é de ‘apenas’ cinco tentos (nove a quatro).

Consciente de que o rendimento do carro britânico ainda não agradou no atual campeonato, Haug afirma que melhorar o rendimento é prioridade em Woking no momento. “Este é o maior problema”, afirmou o homem-forte da Mercedes, indicando que só avaliará uma eventual renovação do contrato de Kovalainen mais adiante.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *