F1: Montadora inglesa Lola estuda retorno à Fórmula 1 em 2010

Mesmo com a crise mundial, que foi a justificativa de inúmeras empresas para o corte de patrocínios das equipes da Fórmula 1, ainda há companhias que acreditam na força econômica da categoria. Entre elas está a montadora inglesa de carros Lola, que estuda um retorno ao esporte em 2010.

“O anúncio de que as equipes podem optar por medidas mais econômicas em 2010 nos deu força para avaliar a oportunidade de desenvolver um carro que possa competir na Fórmula 1. A Lola possui os recursos técnicos e ‘know-how’ para projetar veículos capazes de disputar provas de alto nível do automobilismo”, revelou Martin Birrane, um dos diretores da empresa.

A Lola já esteve presente na categoria na década de 1960, quando construiu carros para as escuderias Yeoman Credit e Honda, mas não obteve grande sucessos com estas equipes. Em 1997 ela fracassou novamente, quando viu seus pilotos colecionarem resultados negativos. Apesar do histórico ruim, atualmente ela fornece chassis para as categorias da Fórmula 3, A1GP, F3000 e Formula Nippon.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *