F1: Mosley prevê polêmica por difusores nas primeiras provas

Presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Max Mosley acredita que as primeiras provas da temporada 2009 serão polêmicas. Tudo por conta dos difusores utilizados por Brawn GP, Toyota e Williams, considerado ilegal por algumas das demais equipes.

“Uma possibilidade é isso ser resolvido com uma decisão dos comissários. E, aqueles que acharem que foram prejudicados, devem recorrer e tudo terminará na Corte de Apelação”, prevê o dirigente, em entrevista ao jornal Daily Telegraph. Segundo os oponentes do sistema, a peça está fora das dimensões prevista pelo regulamento.

O presidente da FIA explicou que o porquê de a FIA ainda não ter tomado uma decisão oficial sobre o assunto. “Se tivéssemos mais tempo para analisar os argumentos de cada lado, eu teria enviado o caso para a Corte de Apelações antes da prova na Austrália, mas imaginei que esse não era o momento”, justificou.

Mosley diz que ainda não tem uma opinião formada a respeito do assunto. “É difícil julgar, pois pode-se dizer que é legal e também que é ilegal. Entendo os dois lados, tenho a mente aberta. Mas alguém terá que se ocupar desta questão e ainda bem que não sou eu”, ironizou.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *