F1: Na Alemanha, Massa lamenta morte do amigo Sid Mosca

Artista pintou capacete da última vitória do piloto na Fórmula 1

 Em Nurburgring, onde participou nesta quinta-feira das primeiras reuniões com o corpo técnico da Ferrari para o GP da Alemanha, Felipe Massa lamentou a morte de Sid Mosca. O artista, cujos trabalhos decoraram o capacete dos principais pilotos brasileiros nas últimas décadas, morreu nesta quarta-feira depois de uma batalha de três anos contra o câncer. “Perdi um grande amigo, uma pessoa que está intimamente ligada à minha carreira e que participou de alguns dos meus momentos mais felizes na pista”, recordou.

Massa estreou no automobilismo já com um capacete com layout concebido por Sid Mosca. Na verdade, a arte original foi idealizada para Titonio Massa, pai do piloto que passou por divisões de turismo no Brasil. “Quando comecei a correr, fiz uma adaptação do modelo usado pelo meu pai”, explicou. “Ao longo dos tempos fiz várias outras modificações, mas o projeto original, que foi apenas sendo atualizado, continuou sendo o do Sid Mosca.”

O último capacete usado por Massa pintado por Sid Mosca é exatamente um dos mais especiais. Foi o utilizado pelo piloto na histórica vitória no GP do Brasil de 2008, quando o ferrarista chegou a comemorar por alguns segundos um título que escapou pelas mãos nos metros finais da prova em Interlagos. Foi também a última vitória de Massa na Fórmula 1. “Fiquei muito triste com a notícia da morte do Sid. O consolo é saber que ele finalmente está descansando. Espero que a família também esteja em paz neste momento tão difícil”, concluiu Massa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *