F1: Nos treinos, Bruno Senna completa seu primeiro grande prêmio

Finalmente sem problemas, carro da HRT F1 Team percorre mais de 300 km na Malásia.

Em seu melhor dia desde a conturbada estreia no Bahrein, Bruno Senna finalmente completou a quilometragem integral de uma corrida na abertura dos treinos livres do GP da Malásia. Somando-se as duas sessões desta sexta-feira, o piloto da HRT F1 Team percorreu 59 voltas pelo circuito de Sepang, acumulando o total de 326 km – acima do que deverá ser alcançado na prova deste domingo, que terá 56 giros e mais um de apresentação.

Para uma equipe novata, foi um feito digno de – ainda que discretas – comemorações. Afinal, a HRT F1 só colocou seus dois carros na pista às vésperas da etapa inaugural no autódromo de Sakhir, depois de perder toda a fase de testes de pré-temporada na Espanha. Nesse aspecto, o dia foi tão animador que Bruno já consegue olhar adiante. “O foco era a confiabilidade e a quilometragem foi atingida. Agora, acho que já podemos pensar em melhorar a performance”, disse o piloto, cujo melhor tempo – 1min41s481 – foi assinalado nos ensaios da tarde na Malásia.

Bruno avaliou as duas opções de pneus que a Bridgestone levou para Sepang. A versão mais dura não agradou e o carro da HRT F1 Team, a exemplo de grande parte das demais equipes, sofreu com a falta de aderência. Ao longo do dia, diversos pilotos se revezaram em escapadas da pista. “Funcionamos melhor com os pneus macios. Com estes não faltou grip”, comparou.

O resultado satisfatório do companheiro de equipe sugere que a HRT F1 Team pode mesmo estar avançando na resistência do F110. O indiano Karun Chandhok fechou a jornada com 51 voltas e também não relatou qualquer problema com o carro. “Foi muito legal entrar na pista logo que ela abriu e completar todo nosso programa de testes. Isso nos deixa ansiosos pela terceira sessão de treinos e, quem sabe, numa boa classificação amanhã”, concluiu Bruno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *