F1: Organizadores do GP do Canadá estudam reforma na pista

Depois das críticas com relação ao asfalto do circuito Gilles Villeneuve, os organizadores do GP do Canadá de Fórmula 1 garantem que vão estudar um recapeamento total da pista. Especialmente após o treino classificatório do sábado, os competidores reclamaram do esfarelamento e de rachaduras na pista. Kimi Raikkonen classificou a situação como uma “piada”, enquanto Mark Webber sugeriu que ali deveriam ser feitas disputas de motocross.

Para minimizar o problema, os organizadores fizeram reparos até a hora da corrida, mas as condições ainda ficaram bem longe do ideal. Em entrevista para o jornal local Gazette, François Dumontier, diretor-executivo da prova, falou sobre o problema. “Um completo recapeamento para 2009 não está fora de questão”, comentou o dirigente, avaliando os custos em cerca de um milhão de dólares.


Porém, de acordo com ele, as falhas podem não estar diretamente relacionadas à qualidade do asfalto, mas sim ao fato de o trcho do circuito onde Robert Kubica sofreu um grave acidente no ano passado ter sido modificado – o muro foi aproximado da pista para fazer com que o ângulo de um possível impacto não fosse tão prejudicial ao piloto. “É possível que o hairpin seja modificado”, admitiu.


Alvo constante de reclamações dos pilotos no passado, o asfalto de Interlagos foi totalmente recapeado para receber o GP do Brasil do ano passado, sob o custo de R$ 6 milhões. O investimento valeu a pena e a nova superfície foi elogiada.


Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *