F1: Para Domenicali, BMW atrapalha adiamento do KERS

Segundo o chefe da Ferrari, este “não é o momento para introduzir o sistema”

O chefe da Ferrari, Stefano Domenicali, apontou a BMW como o principal obstáculo para o adiamento da introdução do KERS.

A equipe de Maranello é uma das principais críticas do sistema, cuja implementação será opcional nesta temporada, mas obrigatória em 2010.

Contudo, embora boa parte das equipes também prefira que o KERS seja introduzido na Fórmula 1 apenas em 2010, a Associação de Times da Fórmula 1 (em inglês, FOTA) exige unanimidade para que alguma medida seja aprovada com efeito imediato.

A BMW está com seu projeto com o KERS adiantado e não abre mão de introduzi-lo em 2009.

“Especificamos que tais resoluções devem ser unânimes. Mas às vezes você precisa chegar a um acordo também. Todos aceitam isso, menos a BMW”, criticou. “Só se todos trabalharmos juntos é que o futuro será róseo e não escuro, como estamos vendo agora”, completou.

Embora o primeiro teste da Ferrari com o KERS tenha ido bem, Domenicali acredita que “é o momento errado para introduzir um sistema tão complexo. Não tem nada a ver com a Fórmula 1. Muito dinheiro foi jogado fora pela janela”.

Fonte: Tazio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *