F1: Para Kubica, BMW se aproxima de Ferrari e McLaren na França

Líder do Mundial de Pilotos e vencedor do GP do Canadá, o polonês Robert Kubica acredita em uma evolução de seu carro para a disputa da etapa da França, programada para o próximo final de semana. Porém, o piloto deixou claro que não está preocupado em se manter na primeira posição do campeonato.

“Espero que a mais uma vez a gente tenha algumas melhoras no carro que nos ajude a diminuir a distância com a McLaren e a Ferrari”, comentou o piloto. “Espero fazer o meu melhor, como ocorreu na maior parte das corridas até agora. Meu objetivo é somar o máximo de pontos possíveis e estar em uma boa posição depois da corrida”, afirmou.


Ele ainda destacou que gosta de correr no circuito localizado na área rural da França. “Para muitas pessoas, Magny-Cours é um lugar chato, mas eu adoro a pista, que tem curvas de alta, de baixa, chicanes rápidas, um hairpin… Além disto, foi o local onde eu voltei a correr depois do acidente que sofri no ano passado”, declarou o polonês.


Ele se refere à batida no GP do Canadá de 2007 – na ocasião, os médicos preferiram não arriscar e vetaram a participação de Kubica na prova seguinte, o GP dos Estados Unidos, que este ano saiu do calendário da categoria.


Fonte: Gazeta Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *