F1: Para Rubens Barrichello, o circuito de Xangai é muito interessante

Piloto brasileiro guarda na memória vitória do primeiro GP chinês na Fórmula 1.

Com 5.451 quilômetros de extensão, o circuito chinês além de desafiador e seletivo, é também motivo de muito trabalho para os pilotos acertarem seus carros, como confirma Rubens Barrichello. “O circuito de Xangai é muito interessante. Tem uma boa combinação de curvas e aquela grande reta no fim da volta que é um local perfeito para fazer ultrapassagens. Para fazer uma boa volta nesta pista, o carro precisa de mais resistência aerodinâmica do que mecânica, mas uma mistura exata dessas duas é difícil achar. Junto com o fato de que a volta também é longa e com muitas variáveis, o ajuste ideal do carro é muito difícil”, comentou Barrichello.

Para Rubens Barrichello, a pista chinesa sempre será sinônimo de boas lembranças. “Eu ganhei a primeira corrida disputada em Xangai, o que é algo especial para mim. Eu sempre vou me lembrar desta vitória”, concluiu Rubens Barrichello, pole-position e vencedor do Grande Prêmio da China de 2004.

O primeiro treino livre para o Grande Prêmio da China é nesta quinta-feira às 23h00, horário de Brasília.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *