F1: Pirelli pensa em pneus menos duráveis para manter equilíbrio na F-1

A Pirelli, fornecedora de pneus oficial da Fórmula 1, pretende adotar a estratégia de produzir compostos menos duráveis para a próxima temporada, visando aumentar o número de paradas das equipes nos boxes e, consequentemente, elevar o nível de competitividade nas corridas. Desde o retorno da fabricante italiana para a F-1, engenheiros e pilotos estão sofrendo para entender o ‘comportamento’ dos pneus. Mas, conforme o entendimento sobre o rendimento dos compostos foi sendo desenvolvido, o número de pit-stops diminuiu.

 


 


O brasileiro Lucas di Grassi e Jaime Alguersuari, pilotos da Pirelli, já estão participando de testes dos novos pneus. Em entrevista ao canal ESPN, Paul Hembery, diretor-esportivo da fabricante italiana, ressaltou que está satisfeito com o nível de equilíbrio da Fórmula 1 em 2012, mas também frisou que a queda no número de paradas nos boxes é um assunto a ser discutido.


“Devo dizer que estamos muito felizes. O campeonato está bem interessante e emocionante, com vários vencedores e carros competitivos, corridas incríveis, então todos estão felizes. Os fãs estão gostando da temporada. Mas é claro que estamos pensando lá na frente”, destacou o dirigente. “Disse que os pit-stops estão diminuindo, em média, um a menos por corrida em comparação com a temporada passada, então é hora de pensar em algo novo. E estamos pensando em novas estruturas e compostos para que voltemos a ter dois ou três pits em vez de um ou dois. Mas isso é parte do nosso desafio”, continuou.


Hembery fez questão de salientar que a Pirelli não mede esforços para manter a atratividade da maior categoria do automobilismo mundial. “Estamos trabalhando o tempo todo e tenho certeza de que vamos fazer algo interessante para a próxima temporada”, finalizou.


Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *