F1: Pole de Schumacher provoca vaias e protestos em Mônaco

O alemão Michael Schumacher, da Ferrari, provocou vaias no treino para o Grande Prêmio de Mônaco, neste sábado, após conquistar a pole position.

Isso porque um incidente de pista motivou alegações de comportamento antidesportivo e tática desonesta. O heptacampeão conquistou sua 67ª pole de sua carreira, à frente da Renault de Fernando Alonso.

O alemão parou na saída da penúltima curva no final da última sessão, quando Alonso e outros pilotos que estavam atrás dele ainda não haviam completado suas voltas rápidas.

Alonso disse que as bandeiras amarelas depois do incidente de Schumacher o forçaram a diminuir a velocidade, o que provocou a perda de pelo menos três décimos de segundo e, possivelmente, a pole position.

Fonte: Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *