F1: Prefeito e Ministro do Esporte destacam a força do GP do Brasil de Fórmula 1

A reunião do Conselho Consultivo do GP do Brasil de Fórmula 1, nesta sexta-feira, 25 de julho, na sede da Rede Globo de Televisão, em São Paulo, contou com as presenças do prefeito Gilberto Kassab e do ministro do Esporte Orlando Silva. Kassab falou das obras para a corrida de Interlagos, dia 2 de novembro, e Orlando Silva explicou que a etapa brasileira da Fórmula 1 é essencial para o Brasil reivindicar outros eventos esportivos como a Olimpíada.

Durante a reunião com o promotor do GP do Brasil, Tamas Rohonyi, com o diretor geral da Rede Globo, Octávio Florisbal, o presidente da SP Turis, Caio Luiz de Carvalho, Ricardo Leyser Gonçalves, do ministério do Esporte, entre outros, o prefeito Gilberto Kassab anunciou as novas obras do autódromo de Interlagos para 2008: conclusão do módulo M das arquibancadas fixas, ampliação do terraço e cobertura do paddock e ainda uma possível reforma do hospital do circuito, ainda a ser confirmada.

Segundo Florisbal, a Rede Globo continuará investindo na Fórmula 1 e apostando em uma transmissão cada vez melhor da corrida de Interlagos.

Para o presidente da SP Turis, os gastos da Prefeitura no autódromo continuam rendendo divisas para a cidade. Segundo Caio, para cada Real investido o município recebe 3.2 Reais. O custo estimado para a corrida deste ano é de R$ 30 milhões, incluindo todos os investimentos.

“É o maior evento da cidade de São Paulo. Os hotéis ficam praticamente com sua lotação máxima e a cidade ganha em receita e empregos diretos e indiretos. É por isso que todos os países querem contar com um GP”, disse o prefeito Kassab.

Kassab ainda falou sobre o trânsito no fim de semana da corrida e disse que, no ano passado foi de trem para o autódromo. “Esta é uma ótima opção”, disse.

Para o promotor Tamas Rohonyi, o autódromo de Interlagos continua bem cotado. “Segundo a BBC, o autódromo de Interlagos está entre os oito melhores do mundo. Ele oferece condições para uma corrida emocionante como desejam o público e os pilotos”, explicou. E concluiu: “o circuito é antigo e tem que ter uma manutenção constante. E é o que a Prefeitura tem feito”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *