Kart: Paulo Grassi parte, confiante, para a busca do título Brasileiro

Quando começou a disputar provas de kart indoor no interior do estado de São Paulo o jovem Paulo Grassi (FMR / Sagüi Competições) não imaginaria que poderia ir tão longe no esporte.

Apenas nesta temporada o piloto já disputou provas do Campeonato Pan-Americano de Kart (Uruguay), Troféu Codasur, Sul Brasileiro, Velopark Open, Paulista, Copa São Paulo Light e da primeira fase do Brasileiro. Já foram quase vinte corridas de um cronograma que ainda se estenderá com importantes competições até o mês de dezembro.

Após uma tumultuada participação na primeira fase do Campeonato Brasileiro, quando chegou a liderar os treinos da categoria Sudam e finalizou a competição apenas na sétima posição Grassi pretende conseguir melhor desempenho na próxima semana.

Entre os dias 29 de julho e dois de agosto o representante da FMR junto à equipe Sagüi Competições estará no Kartódromo Internacional Velopark, em Nova Santa Rita – RS, onde disputará a segunda fase do Brasileiro de Kart, desta vez pela categoria Graduados “B”.

Grassi, que na maioria das competições participa das provas nesta classe, acredita que seu maior entrosamento com este tipo equipamento pode ajudar, sem contar que somente no Velopark o piloto já participou de duas importantes competições nesta temporada.

Assim, com ânimo de campeão, Grassi chegará para a segunda fase do Brasileiro nesta segunda-feira, dia 28. Nos dias 29, 30 e na manhã de quinta-feira, dia 31, o piloto se dedicará a cinco sessões de treinos livres onde pretende fazer todos os ajustes em seu kart além de traçar uma estratégia ideal para as quatro baterias do evento. Na quinta a tarde acontece a tomada de tempos, que definirá o grid de largada da primeira bateria e, finalmente, na sexta e no sábado acontecem as quatro corridas.

“Estou muito bem preparado para esta fase do Brasileiro. Tivemos problemas de acerto e de motor no Ceará, mas, que com certeza foram completamente superados para esta segunda fase. Somado a este trabalho vem meu conhecimento do equipamento de Graduado “B” que é bem superior ao de Sudam. Tudo isso me dá um novo ânimo para competir e me faz acreditar que estarei na briga pelo título”, avaliou o piloto de 16 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *