F1: Projeto americano para entrar na F-1 avança

Assessor de Co-fundador do Youtube se reuniu com equipes

Um grupo de investidores americanos se reuniu com Bernie Ecclestone, presidente da FOM, e com as equipes após o GP do Canadá para tratar de investimentos futuros na Fórmula 1.

Parris Mullins, assessor do co-fundador do Youtube, Chad Hurley, viajou a Montreal para continuar as discussões com os times sobre a possibilidade de ingressar na principal categoria do automobilismo através de uma equipe já estabelecida.

Segundo o site “Autosport”, a Sauber e a Toro Rosso são as que mais interessam devido às relações que possuem com a Ferrari.

Mullins insistiu que não definiu ainda qual equipe será envolvida, mas afirmou que já teve grandes progressos.

– Espero ter um grande progresso entre agora (Canadá) e Valência, então veremos. O projeto está avançando. Mais opções estão por vir e como mencionei antes, tenho diversas ideias, não apenas para ingressar no esporte, mas também para trazer o grupo de pessoas que eu represento – declarou.

Mullins confirmou o encontro com Ecclestone a respeito de seus planos na Fórmula 1 e contou que teve um retorno positivo.

– Se Bernie achar que os projetos são válidos, teremos o apoio dele. Estou dando um passo de cada vez, seguindo os conselhos dele – completou.

Luca di Montezemolo, presidente da Ferrari, declarou recentemente que sonha em poder contar com um terceiro carro da equipe no grid da Fórmula 1.

Fonte: LANCEPRESS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *