F1: Red Bull anuncia quebra de recorde com pit stop mais rápido da F-1

A Red Bull anunciou, nesta quarta-feira, em seu site oficial a quebra do recorde de pit stop mais rápido da Fórmula 1, marca que passou despercebida pelo Grande Prêmio da Malásia em virtude da polêmica desobediência de Sebastian Vettel, que reteve a maioria das atenções da imprensa.

Segundo o time de energéticos, a equipe registrou 2s05 em uma parada do australiano Mark Webber, no circuito de Sepang. O tempo é inferior ao antigo recorde, que pertencia a McLaren, responsável por um pit stop de 2s31 com Jenson Button, no Grande Prêmio da Alemanha, do ano passado.

A Red Bull também afirmou que superou a marca em outras oportunidades durante a corrida, mas a de Webber foi a mais baixa estabelecida. “De fato, tendo revisado as informações, estamos certos de que batemos a marca anterior em cinco ocasiões separadas durante a corrida. Fomos abaixo da marca na Malásia na primeira parada do Seb, que foi 2s13. A primeira parada de Mark, duas voltas mais tarde, também foi em 2s13”, explicou em seu site oficial.

“A equipe então baixou para uma nova marca, com 2s05 quando Mark entrou novamente e suas duas paradas seguintes foram em 2s21 e 2s26”, acrescentou. A equipe ainda fez questão de ressaltar que os dados foram confirmados com o banco de dados produzido pelo carro, que são mais seguros do que aqueles mostrados nas emissoras de televisão.

“Esses tempos foram todos retirados dos dados dos carros. As TVs fazem seus próprios cálculos e, às vezes, perdemos tempo no vídeo também, por isso, para uma precisão real, a prática comum no pit-lane é usar o próprio banco de dados do carro. Porém, qualquer que seja a métrica de sua preferência, foram muito rápidos”, encerrou o time.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *