F1: Red Bull não acredita mais no título mundial da Fórmula 1

O chefe da equipe Red Bull, Dietrich Mateschitz, afirmou que desistiu da briga pelo título do campeonato deste ano após o GP de Monza. As intenções da equipe de buscar o titulo mundial da Fórmula 1 tiveram fim logo na primeira volta do circuito italiano, quando Mark Webber foi tocado por Robert Kubica e saiu da prova; e pela fraca atuação de Sebastian Vettel ao longo da prova, ficando apenas na 8ª colocação.

Sobre a briga do título, o dirigente da Red Bull não exitou em dizer que as esperanças terminaram.

– Na verdade, isso já aconteceu anteriormente. As razões são que nossos motores são inferiores aos da maioria e as regras que limitam oito propulsores por temporada, nem podemos testá-los. Já se foi o tempo em que uma equipe dominava uma temporada inteira. Um carro de hoje não pode ser veloz em qualquer pista. É como os pilotos, que têm bons e maus momentos – disse Mateschitz.

O chefe da Red Bull falou do que pensa para as quatro corridas restantes da temporada.

– A primeira coisa que espero é uma penalidade no grid porque precisaremos de um nono motor, mas nunca podemos excluir a possibilidade de vencer de novo, porém tenho dúvidas se vamos conseguir quatro resultados bons de nossos pilotos. A equipe toda fez um excelente trabalho e não há nada a ser criticado em termos de performance. Entretanto, esta temporada mostrou claramente que o melhor carro e os melhores pilotos não são suficientes – afirmou.

A Red Bull é a 2º colocada no mundial de construtores, com 105,5 pontos conquistados.

Fonte: LANCEPRESS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *