F1: Renault está liberada para correr com pintura normal

Duras leis antitabagistas de Québec poderiam influenciar, mas FIA liberou que equipe dispute GP do Canadá com layout usual

A equipe Renault foi liberada para utilizar seu usual esquema de pintura durante o Grande Prêmio do Canadá. As leis antitabagistas de Québec são muito restritivas, e como a pintura de seu carro é uma alusão ao da Lotus das décadas de 70 e 80 – que contavam com o patrocínio da John Player Special, grande empresa tabagista – algum problema poderia acontecer.

Eric Boullier, o chefe da equipe Renault, conversou com as pessoas responsáveis, e foi autorizado a correr com a pintura, mas foi advertido que, no futuro, isso não deve voltar a acontecer.

– Estamos muito satisfeitos por poder competir em Montreal com nosso esquema de cor usual. As autoridades de Québec notaram que a pintura atual faz uma referência às imagens da década de 1980, quando o carro foi patrocinado pela indústria do tabaco, mas também aceitou o fato de que o Lotus Renault GP não recebe nenhum financiamento direto ou indireto da indústria em questão – explicou Boullier.

Fonte: LANCEPRESS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *