F1: Ricciardo prega respeito para definir seu futuro

O futuro de Daniel Ricciardo na Fórmula 1 a partir da próxima temporada segue indefinido. O australiano está no seu último ano de contrato com a Red Bull e ainda não fechou uma renovação, apesar de conversar com a equipe. O motivo da incerteza em continuar ou não na RBR é que o piloto é cotado na Mercedes e na Ferrari. Ainda assim, o piloto tenta manter qualquer negociação da forma mais respeitosa possível.

“Com certeza. Posso ter mais de uma opção pela primeira vez, e é empolgante e ótimo – mas ainda assim quero encarar isso da forma certa. Não quero desrespeitar, nem irritar ninguém. Talvez eu de fato siga em frente, mas não vou chegar e dizer que ‘é porque esses caras são isso ou aquilo’”, disse.

Apoiado pela equipe desde sua época de Fórmula Renault Eurocup, há 10 anos, Ricciardo ressalta sua gratidão pelo que a RBR já fez por ele. “Seja o que eu fizer, eles fizeram muito pela minha carreira, então seria errado falar mal deles em qualquer cenário. Acho que é apenas eu. Não sou esse cara. Falarei o que penso se eu sentir que é o que eu mereço, mas sempre permanecerei respeitoso.”

O próprio chefe da Red Bull, Christian Horner, falou sobre a repercussão que a definição de Ricciardo causa.“O que irrita é que, em todo GP, alguém irá perguntar isso a ele. Mas, em tese, elas também deveriam perguntar a Valtteri [Bottas], Lewis [Hamilton] e Kimi [Raikkonen]. Isso seguirá seu fluxo. Estamos relativamente relaxados porque temos boas opções disponíveis para nós, então queremos pilotos que queiram estar na equipe”, disse Horner.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *