F1: Rosberg aprova “superdupla” com Schumi. Decisão sai até Natal

Para ajudar na evolução de um piloto que em 2010 pela primeira vez guiará um carro de ponta, Michael Schumacher. Um dos principais defensores da contratação do alemão pela Mercedes GP é Nico Rosberg, que nesta terça-feira vibrou com a possibilidade de se formar uma “superdupla”. A decisão sobre o parceiro do jovem de 24 anos sairá em duas semanas.

Embora não tenha dado indicações de que pretenda retomar a carreira na Fórmula 1, Schumacher também jamais negou que isso seja possível. Esse cenário, somado ao já público interesse da Mercedes em “surpreender” na divulgação de seus pilotos só vem a aumentar as chances de o sonho dar resultado – de acordo com o que disse na segunda-feira o chefe comercial da categoria Bernie Ecclestone, a eventual volta do germânico já deixou de ser apenas um boato.

E as especulações continuaram a ser abastecidas nesta terça, quando Rosberg, que até então dizia “não se importar” com o nome de seu companheiro, mostrou-se favorável à chegada do heptacampeão mundial. “Seria um desafio muito interessante, uma superdupla”, avaliou à revista suíça Motorsport Aktuell.

O ex-defensor da Williams, de qualquer forma, garante desconhecer o andamento das negociações da Mercedes. Mesmo que Schumacher não seja convencido a retornar às pistas, a escuderia deve ter uma formação totalmente alemã, visto que Nick Heidfeld é o outro grande candidato a uma vaga.

Todo esse mistério seguirá nos bastidores da Fórmula 1 por pelo menos mais duas semanas, de acordo com o diretor esportivo da companhia, Norbert Haug. “Entendo que haja muito interesse sobre quem correrá ao lado de Rosberg, mas precisamos de tempo. Posso prometer que faremos o anúncio antes do Natal. Neste momento estamos examinando todas as opções”, ponderou.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *