F1: Rubens Barrichello faz a pole e leva Interlagos ao delírio

O brasileiro Rubens Barrichello, da Brawn GP, conquistou neste sábado (17/10), a pole-position para o GP do Brasil, em Interlagos, São Paulo, penúltima etapa da temporada.

Em uma sessão marcada pela forte chuva, que causou várias rodadas e acidentes, além da paralisação das atividades (o treino durou 2h42m, sendo 1h23m sem carros na pista), Barrichello levou o público presente a Interlagos (e também os milhares que acompanhavam pela televisão), ao delírio, ao conquistar a pole-position.

A primeira vitima do aguaceiro foi o italiano Giancarlo Fisichella, da Ferrari, que logo aos quatro minutos rodou na saída do “S”. Com o carro do italiano atravessado na pista a bandeira vermelha foi agitada pela primeira vez.
 
Após doze minutos de paralisação, para que as condições da pista melhorassem; a Q1 recomeçou.  Junto com Fisichella, que logicamente larga da última posição, mais quatro “medalhões” foram eliminados. Terceiro colocado na tabela de pontos, o alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, viu as suas remotas chances de levar a taça diminuírem ainda mais com o 16º tempo. As McLaren alinham a seguir, com o finlandês Heikki Kovalainen, e o inglês Lewis Hamilton, um dos favoritos a pole, que acabou rodando na curva do Lago. O alemão Nick Heidfeld, da BMW Sauber, divide a última fila com Fisichella.

O inicio da Q2 demorou 25 minutos para ser autorizado. Pouco depois o italiano Vitantonio Liuzzi, da Force India, escorregou na reta dos boxes, batendo de traseira no muro e destruindo o carro. Liuzzi saiu andando do carro, sendo levado ao Centro Médico do autódromo, onde não foi constatado nenhum ferimento.

Nova bandeira vermelha, com o treino sendo reiniciado somente quando a chuva deu uma trégua, 1h11m depois.

Para alegria da torcida brasileira o inglês Jenson Button, da Brawn GP, líder da temporada e rival de Barrichello na luta pelo título, marcou apenas o 14º tempo, ficando fora da disputa pela pole. Junto com Button foram eliminados o estreante japonês Kamui Kobayashi, da Toyota, o espanhol Jaime Alguersuari, da Toro Rosso, o francês Romain Grosjean, da Renault, e Liuzzi.

Barrichello fez o 10º tempo, ficando com a última vaga para a Super Pole.

O australiano Mark Webber, da Red Bull, começou melhor a Q3. Com o tempo passando a pole do australiano parecia certa. Contudo no finalzinho da classificação Barrichello, considerado um dos melhores pilotos em pista molhada, marcou 1m19s576, sendo 0s092 mais rápido do que Webber, e levantando a torcida nas arquibancadas, ao conquistar a sua terceira pole no Brasil (2003, 2004 e 2009).

O alemão Adrian Sutil, da Force India, fez novamente mais um grande treino, e larga em 3º, ao lado do italiano Jarno Trulli, da Toyota. O finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, alinha em 5º, seguido pelo suíço Sébastien Buemi, da Toro Rosso, que conquistou o seu melhor resultado, até agora, na carreira.

O alemão Nico Rosberg, da Williams, larga em 7º, com o polonês Robert Kubica, da BMW Sauber, na 8ª posição. Fechando os dez que disputaram a Q3, o japonês Kazuki Nakajima, da Williams, e o espanhol Fernando Alonso, da Renault.

Liuzzi troca o câmbio e perde cinco posições

O italiano da Force India teve o câmbio de seu carro trocado, perdendo cinco posições no grid, caindo da 15ª para a 20ª posição.

Com isso Vettel, Kovalainen, Hamilton, Heidfeld e Fisichella ganharam uma posição no grid.  

Grid atualizado:

1 – Rubens Barrichello (BRA/Brawn) – 1min19s576
2 – Mark Webber (AUS/Red Bull) – 1min19s668
3 – Adrian Sutil (ALE/Force India) – 1min19s912
4 – Jarno Trulli (ITA/Toyota) – 1min20s097
5 – Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) – 1min20s168
6 – Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso) – 1min20s250
7 – Nico Rosberg (ALE/Williams) – 1min20s326
8 – Robert Kubica (POL/BMW) – 1min20s631
9 – Kazuki Nakajima (JAP/Williams) – 1min20s674
10 – Fernando Alonso (ESP/Renault) – 1min21s422
11 – Kamui Kobayashi (JAP/Toyota) – 1min21s960
12 – Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso) – 1min22s231
13 – Romain Grosjean (FRA/Renault) – 1min22s477
14 – Jenson Button (ING/Brawn) – 1min22s504
15 – Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) – 1min25s009
16 – Heikki Kovalainen (FIN/McLaren) – 1min25s052
17 – Lewis Hamilton (ING/McLaren) – 1min25s192
18 – Nick Heidfeld (ALE/BMW) – 1min25s515
19 – Giancarlo Fisichella (ITA/Ferrari) – 1min40s703
20 – Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India) – 1min24s297 (Q1) – sem tempo no Q2*
*trocou o câmbio

Atualizado às 21h45m

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *