F1: Rubinho fica de cabeça erguida: “Tem que saber perder”

Rubens Barrichello estava claramente abatido. Depois que saiu do carro, o brasileiro da Brawn GP voltou aos boxes da equipe, onde permaneceu durante alguns minutos ao lado da família. Ao falar com a imprensa, porém, o piloto procurou manter a cabeça erguida, apesar do péssimo resultado obtido neste GP do Brasil, que culminou com o título de Jenson Button.

“A gente lutou bastante, mas tem que saber perder em um momento deste”, declarou Rubinho. De dentro dos boxes, um coro de vozes cantava exaltando o novo campeão mundial. “Esse título não era meu e, se é assim, eu prefiro que fosse de um companheiro de equipe”, comentou.

Ele, porém, admitiu que até aquele momento ainda não havia falado com Button. “Só o vi saindo do carro… São momentos diferentes, ele está super feliz e eu despontado. Mas daqui a pouco as bases se unem eu volto ao normal e ele ao chão”, declarou.

Rubens fez uma análise da temporada 2009 e revelou que neste domingo não tinha condições de realizar o sonho de triunfar em Interlagos. “O Jenson ganhou o campeonato nas seis primeiras corridas. Na segunda metade do campeonato, ainda conquistei duas corridas na raça. Hoje, o carro não tinha competitividade para vencer”, reconheceu.

Barrichello também não se esqueceu dos torcedores que encheram Interlagos neste domingo para apoiá-lo. “Para a torcida brasileira eu só tenho a agradecer. No ano passado já estavam jogando flores no meu caixão e eu apereci este ano com força, dedicação e a raça de um brasileiro”, declarou.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *