F1: Schumacher ganhará mais de R$ 8 milhões em seu retorno

De volta à Fórmula 1 para substituir o acidentado Felipe Massa no GP da Europa, Michael Schumacher ainda ganhará um bom dinheiro. Segundo o jornal espanhol As, o alemão irá receber cerca de 3,2 milhões de euros (aproximadamente R$ 8,5 milhões) da Ferrari pelo retorno.

Schumi, porém, terá que se esforçar bastante nos próximos dias, uma vez que não conhece o carro que a escuderia de Maranello construiu para a atual temporada e precisará se reabituar com itens como os pneus slicks. Além disto, Michael não consegue o KERS, sistema introduzido este ano no carro que usa a energia desperdiçada nas freadas para dar maior potência ao motor.

Nos próximos dias, Michael também se submeterá a uma série de exames médicos. Apesar de ter se mantido relativamente em forma, o piloto já tem 40 anos e, em fevereiro, sofreu um acidente de moto no circuito de Cartagena, Espanha. Por conta disso, ainda sofre com dores no pescoço.

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) também exige que a super licença, espécie de “carteira de motorista” para a Fórmula 1, seja renovada todo ano. Entretanto, o heptacampeão mundial se encaixa em uma exceção prevista no regulamento da entidade, que diz no apêndice “L” do artigo 5 que um piloto pode competir desde que tenha disputado pelo menos 15 corridas nos três anos anteriores, caso do alemão, que correu a temporada 2006 até o final.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *