F1: Sem acordo, Brawn GP e Virgin não renovam patrocínio

Especulações de que a relação entre Brawn GP e sua patrocinadora Virgin estaria abalada por insatisfação da escuderia quanto aos valores esquentaram os bastidores do destaque da atual temporada da Fórmula 1 nas últimas semanas. Nesta quarta-feira, o diretor da equipe inglesa, Nick Fry, confirmou que, sem acordo entre as partes, o contrato de patrocínio não foi renovado.

Apesar da negativa, Fry garantiu que a Brawn GP continuará com estado financeiro estável. “Não temos nenhum problema de recursos para completar esta temporada. Inclusive, mesmo que não tenhamos nenhuma quantia a mais vinda de patrocinadores, já temos o suficiente para fazer o que queremos”, garantiu o dirigente, à emissora ITV.

As divergências entre a escuderia e a empresa eram de cunho financeiro. Sir Richard Branson, proprietário da Virgin, estaria se negando a desembolsar mais do que US$ 250 mil (R$ 504 mil) por corrida. Por conta da questão, a escuderia já estaria buscando novos patrocinadores, entre eles o Google, segundo divulgou a revista eletrônica GPWeek.

Nesta quarta-feira, ficou claro que a divergência entre as partes era, de fato, grande. Apesar disso, Nick Fry ressaltou que a Brawn já tem propostas, que serão bem analisadas. A escolha não será feita com pressa. “O melhor dessa situação é que não precisamos aceitar a primeira proposta que nos seja feita, e de fato, não estamos fazendo isso”, disse.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *