F1: “Será um desafio para motor e freio”, diz Rubens sobre Monza

Rubens mantém os pés no chão, mesmo com o ótimo retrospecto na Itália

A Fórmula 1 segue para a sua 14a etapa neste domingo (12) às 9h com o Grande Premio da Itália. E Rubens Barrichello, piloto da Williams F1, tem no circuito de Monza um carinho especial, pois nesse traçado italiano, o mais veloz da temporada, Rubens detém um retrospecto de três vitórias (2002, 2004 e 2009) e ainda subiu ao pódio mais duas vezes (2001 e 2003), o circuito em que ele mais venceu na Fórmula 1.

“Sou sim um grande apaixonado pelo circuito de Monza pela alta dificuldade de pilotagem, mesmo deixando o meu retrospecto de lado. É um circuito que adoro, e onde teremos um grande desafio de resistência dos motores e freios. Todas as equipes trabalharam em pacotes específicos para essa prova, que é a mais veloz do ano. Com os pés no chão, espero brigar pelo Q3 e pelos pontos no domingo”, explicou Rubens.”Meu recorde positivo e o trabalho que junto com a equipe fizemos para suprir as exigências feitas da pista, tanto de força aerôdinamica, quanto das zebras, faz com que eu tenha um certo otimismo”, comentou o o brasileiro, que também detém o recorde de volta mais rápida de Monza, feita em 2004 quando defendia a Ferrari, 1min21s046.

O GP da Itália começa nesta sexta-feira (10) com o primeiro treino livre às 5h (horário de Brasília) e a segunda sessão às 9h. No sábado (11), haverá o terceiro ensaio as 6h, e o treino classificatório novamente às 9h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *