F1: Testador confirma que Ferrari buscava 3º carro para Schumacher

O retorno de Michael Schumacher à Fórmula 1, confirmado pela Mercedes em 23 de dezembro, poderia ter acontecido de outra forma. Caso a ideia da Ferrari de alinhar três carros por equipe tivesse sido aprovada pelas rivais, o alemão estaria agora ao lado de Fernando Alonso e Felipe Massa, segundo comenta o piloto de testes dos italianos, Marc Gené.

Experiente automobilista de 35 anos, Gené é testador da Ferrari desde 2005 e assina uma coluna semanal para o diário espanhol El Mundo. Em seu último espaço, confirmou que o presidente da montadora, Luca di Montezemolo, levou adiante os planos de buscar aumentar o grid, porém não conseguiu convencer os demais times da categoria.

“Estou convencido de que, se o regulamento nos houvesse permitido ter um terceiro carro, Michael estaria no próximo ano conosco”, ponderou o catalão. Em agosto, logo após Schumacher ter sido impedido de substituir Massa, Di Montezemolo especulara que o alemão poderia voltar a competir a partir de uma nova regra.

Mesmo sem sucesso da Ferrari nessa tentativa, Gené classificou a contratação da Mercedes como o “melhor presente de Natal” para a Fórmula 1. Ele admite ser triste ver o heptacampeão mundial com outras cores que não o vermelho, porém já vislumbra superar o novo adversário. “Agora só nos resta aplaudi-lo, temê-lo e, sobretudo, trabalhar para derrotá-lo. Estamos prontos para isso – Alonso e Massa lhe dificultarão muito as coisas”, concluiu.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *