F1: Toro Rosso será vendida, diz site italiano

De acordo com o site italiano 422.race, a equipe Toro Rosso, filial da Red Bull, será posta à venda. Ano passado, os donos do time sediado em Faenza pediram U$ 60 milhões, mas já aceitam negociar por U$ 30 milhões.

Essa decisão foi tomada em função das dificuldades que os italianos vêm tendo em desenvolver o carro e da queda nas vendas das bebidas energéticas que patrocinam a equipe. O assistente pessoal do chefe da Red Bull, Dietrich Mateschitz, no entanto, ainda nega a intenção de venda. “Há rumores sobre isso, mas ainda não temos planos de vender a Toro Rosso”, desmentiu.

Até o ano passado, a Toro Rosso copiava o modelo anterior da Red Bull, mas, para se adequar ao regulamento, que diz que cada equipe deve ser proprietária intelectual de seu carro, os veículos de Sebastien Buemi e Jaime Alguersuari passaram a ser feitos na fábrica de Faenza.

Entre os prováveis compradores, estão o mexicano Carlos Slim, dono da companhia de telefonia Telmex, que já esteve envolvido em negociações com a Sauber. Além dele, a parceria formada pelo canadense Jacques Villeneuve e a equipe italiana Durango, que tentou entrar na Fórmula 1 este ano, mas foi recusada pela FIA, pode estar entre os interessados. Joan Villadelprat, chefe da Epsilon Euskadi, outra que não conseguiu vaga no grid em 2011, também já afirmou que poderia comprar um dos times já existentes.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *