F1: Vettel admite falta de calma em treino na Bélgica

Após a sessão de classificação deste sábado, o alemão Sebastian Vettel admitiu que não estava tão calmo como necessário para conquistar a pole position do GP da Bélgica, no circuito de Spa-Francorchamps. O piloto da Ferrari havia liderado boa parte dos treinos livres na pista, mas viu o rival Lewis Hamilton, da Mercedes, aproveitar a chuva para assegurar o primeiro lugar no grid, logo à sua frente.

“Eu acho que houve um pouco de falta de comunicação, eu fiquei preso no pit lane por um tempo. No final, isso não importava, mas eu não estava tão calmo quanto eu acho que poderia”, afirmou Vetttel, que admitiu decepção com o resultado final do classificatório, pois vinha dominando o fim de semana no circuito belga. “Não foi um bom final para o que era uma ótima classificação até aquele momento”, afirmou.

Apesar da estratégia utilizada pela escuderia italiana não ter sido das melhores, o piloto alemão acredita que têm condições para ultrapassar Hamilton e vencer o GP da Bélgica, ainda mais que o carro da Ferrari tem se mostrado mais rápido do que o da Mercedes no fim de semana. “Começamos em segundo, o que nos coloca em uma ótima posição. Temos carro para lutar e para ultrapassar”, disse.

Vettel largará na segunda posição ao lado de Hamilton na primeira fila. E superar o rival da Mercedes é fundamental nesse momento, ainda mais que a vantagem do britânico na classificação do Mundial de Pilotos é de 24 pontos.

O GP da Bélgica será disputado neste domingo, com largada prevista para 10h10 (horário de Brasília). A prova marca o retorno da Fórmula 1 após a tradicional pausa do verão europeu.

Fonte: Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *