F1: Xangai terá corrida de F1 sem arquibancada total após tempestade

As arquibancadas do circuito de Xangai que foram danificadas por uma tempestade na semana passada não estarão consertadas a tempo para o Grande Prêmio da China de Fórmula 1, em outubro, de acordo com administradores da pista.

 


Ventos de até 130 km/h arrancaram, na última sexta-feira, protetores da pista e derrubaram quatro arquibancadas do circuito com capacidade para 200.000 pessoas, informou nesta terça-feira o jornal Shanghai Daily, citando um outro jornal local.


“Não devemos consertar as arquibancadas este ano porque recolocar as cadeiras arrancadas, limpar os escombros e reconstruir o local exige tempo”, disse Wang Ying, vice-diretor do circuito, segundo o jornal.


“Mesmo que a gente termine antes do Grande Prêmio da China, teríamos pouco tempo para realizar os testes de segurança na área consertada”, acrescentou Wang, explicando que a reforma não afetará o preço dos ingressos e que os torcedores que ficariam nesses setores serão acomodados em outras áreas da pista.


Não ficou claro na reportagem quantas cadeiras seriam afetadas pela tempestade que atingiu o circuito, que será palco da penúltima corrida da temporada, em 7 de outubro.


Nesta segunda-feira, a companhia responsável pelo autódromo negou que ligas metálicas fracas tivessem sido utilizadas na construção da pista, de acordo com o jornal.


A tempestade foi mais uma complicação para os administradores do circuito que custou 350 milhões de dólares, após a demissão por corrupção do antigo chefe do autódromo, Yu Zhifei, em maio.


Fonte: Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *