F3 Alemã: Câmbio volta a apresentar problemas, e Suzuki repete sexto lugar em Nürburgring

Piloto brasileiro fez novamente boa largada, pulando do oitavo para o sexto lugar, mas continuou nessa mesma posição até a bandeirada final. Belga Laurens Vanthoor foi mal, mas confirmou o título por antecipação.

A rodada dupla de Nürburgring da Fórmula 3 Alemã não terminou da maneira que o brasileiro Rafael Suzuki (SVLabs) esperava, principalmente após sua boa estréia pela equipe HS Technik, há duas semanas, na Holanda. Depois de fechar o primeiro treino classificatório da rodada entre os cinco mais rápidos da pista, ele teve dois dias de resultados medianos e deixou o tradicional circuito alemão neste sábado somando apenas seis pontos no campeonato – conquistados após dois sextos lugares.

Pouco antes da largada para a primeira corrida, Rafael passou a ter problemas de câmbio, e voltou a ter dificuldades para engatar algumas marchas na prova desta tarde. Em ambas as corridas ele conseguiu realizar ultrapassagens e figurar na zona de pontos, mas não terminou o dia totalmente satisfeito com os resultados obtidos.

“Tive problemas logo na largada para a primeira prova, e acabei caindo de quinto para nono. Em razão disso, precisei completar uma corrida de recuperação, e o sexto lugar acabou sendo positivo. Já na segunda prova, largando em oitavo, apostei todas as minhas fichas na largada e consegui duas posições. Mas, daí em diante, não tive muito o que fazer e passei a prova toda brigando com o carro”, lembrou o brasileiro.

Ainda vivo na disputa pelo vice-campeonato, Rafael Suzuki precisa agora descontar 18 pontos em relação ao atual segundo colocado na tabela, o holandês Stef Dusseldorp, nas quatro corridas que ainda restam para o encerramento do campeonato. A tarefa ficou mais difícil após a conquista antecipada do título pelo companheiro de Dusseldorp na poderosa equipe Van Amersfoort, o belga Laurens Vanthoor. Embora não tenha passado do 12º posto neste sábado, ele chegou a 132 pontos na tabela e não pode mais ser superado por nenhum adversário.

Com Vanthoor campeão, todas as atenções da Van Amersfoort se voltam para a conquista do vice-campeonato, e não estão descartadas eventuais trocas de posição entre os dois companheiros. “Tenho um grande desafio pela frente, mas não vou desistir enquanto ainda tiver chances matemáticas de ser vice-campeão”, declarou Suzuki. “Na verdade, minha real posição no campeonato, em razão da superioridade técnica da Van Amersfoort, é mesmo o terceiro lugar. Mas gostaria muito de fechar a temporada me posicionando entre os dois companheiros de equipe. Seria como conquistar o título para mim”, encerrou o brasileiro. Rafael acumula 63 pontos na tabela, contra 81 de Dusseldorp.

A próxima etapa da Fórmula 3 Alemã será no dia 19 de setembro, no circuito de Sachsenring.

Veja como terminou a segunda corrida deste sábado em Nürburgring:

1) Tom Dillmann 16 voltas em 30min02s455
2) Tim Sandtler, a 12.499
3) Stef Dusseldorp, a 12.906
4) Harald Schlegelmilch, a 20.166
5) Nico Monien, a 27.475
6) Rafael Suzuki, a 28.369
7) Adderly Fong, a 34.395
8) Markus Pommer, a 35.012
9) Jesse Krohn, a 40.565
10) Max Nilsson, a 46.596
11) Vladimir Semenov, a 46.975
12) Laurens Vanthoor, a 47.764
13) Gary Hauser, a 48.538
14) Willi Steindl, a 48.906
15) Shirley Van der Lof, a 49.938
16) Nicolas Marroc, a 52.606
17) Sergey Chukanov, a 55.035
18) Zahir Ali, a 1:04.234
19) Marco Oberhauser, a 1:05.498
20) Mika Vähämäki, a 1:25.137
21) Francesco Lopez, a 1:25.511
22) Louis Wagner, 1 volta
23) Luca Iannaccone, a 1 volta
24) David Hauser, a 4 voltas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *