F3 Australiana: Bruno Senna é 4º na primeira prova em Melbourne

Bruno Senna (Carglass/Oakley/Varig) esteve muito próximo da conquista de sua primeira vitória no automobilismo. Nesta quinta-feira, ele chegou em 4º na abertura das quatro provas que a Fórmula 3 australiana está realizando até domingo em Melbourne dentro da programação da Fórmula 1.


Bruno – que saiu em terceiro e andou em segundo desde a largada – chegou a assumir a ponta na penúltima volta, mas rodou ao receber um toque do pole Michael Trimble e terminou fora do pódio. O primeiro colocado foi o australiano James Winslow.

Foi, no entanto, um ótimo resultado para o piloto brasileiro. Ele desembarcou em Melbourne pela manhã e poucas horas depois já estava no cockpit do Dallara F304-Opel para o único treino livre de 20 minutos. Mesmo sem conhecimento prévio do traçado de Albert Park, Bruno marcou o terceiro tempo. Mais tarde, na sessão classificatória, repetiu o resultado e abriu a segunda fila do grid.

Na corrida, Chris Alajajian subiu de segundo para a ponta e Bruno aproveitou para acompanhá-lo, enquanto o pole Michael Trimble caía para quinto. Alajajian liderou até à penúltima volta, quando perdeu a freada e escapou da pista. Bruno assumiu a posição, mas em seguida também rodaria ao ser tocado por Trimble, que havia se recuperado do mau início de corrida. Com os ponteiros abrindo caminho, James Winslow – que ocupou a quarta colocação a maior parte das oito voltas – ficou à vontade para receber a bandeirada nove segundos à frente de Trimble.

A segunda corrida está marcada para o final da tarde de sexta-feira, novamente em oito voltas. A ordem de largada obedecerá à classificação da primeira prova. Bruno, portanto, estará em 4º no grid em Melbourne.

O resultado da quinta-feira foi este:

1 – James Winslow (Piccola Scuderia), oito voltas em 15min15s472
2 – Michael Trimble (Astuti Motor Sport), 15min24s815
3 – Tim Macrow (Tim Macrow Racing), 15min25s079
4 – Bruno Senna (Team BRM), 15min30s530
5 – Leanne Tander (Fleet Care TanderSport), 15min31s502
6 – Stephen Borness (Adnet Technology), 15min50s646

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *