F3: Correr na rua, mais um desafio inédito para Pedro Nunes

Santa Fé, Argentina. Fundada em 1573, a província irá receber pela primeira vez o Campeonato Sul-americano de Fórmula 3, no próximo final de semana (de 5 a 7 de maio), no mais alto estilo, em um circuito de rua especialmente montado para o evento. A pista tem 3.143,50 metros de extensão e será palco da primeira rodada tripla da temporada, compreendendo a 3ª, 4ª e 5ª etapas do torneio. Para os estreantes da Fórmula 3 em 2006, tudo será novidade nesta rodada argentina.

“Nunca corri em uma pista de rua na minha vida. Deve ser fascinante”, acredita o paulista Pedro Nunes, de 17 anos, que saiu do kart direto para a Fórmula 3 e se prepara para mais uma aventura inédita em sua curta carreira no automobilismo.

A etapa de Santa Fé será a primeira nesta temporada em território argentino. Mesmo sem a presença dos pilotos locais na categoria, os promotores decidiram manter corridas no país vizinho. Além de Santa Fé, a capital Buenos Aires deve receber uma rodada dupla em outubro. Pedro Nunes já teve a oportunidade de competir na Argentina em 2005, disputando o Campeonato Pan-americano de Kart. “Acredito que a única diferença mesmo será competir em circuito de rua. Será uma novidade para mim. Quanto a correr em outro país já tive várias experiências no kart”, disse Pedro que também já disputou provas de kart na Europa.

A principal preocupação de Pedro Nunes e sua equipe é a escassa quantidade de treinos, considerando-se principalmente a disputa de três corridas no mesmo final de semana. Os pilotos terão apenas meia hora de treino livre para conhecer a pista antes da tomada de tempos para a primeira prova. “É muito pouco, mas isso vale para todo mundo, já que ninguém conhece a pista”, destaca Nunes. “Espero pegar logo a mão do traçado para poder estudar um bom acerto para o carro antes da tomada. Largar na frente em pista de rua é fundamental”, lembra o piloto paulista.

Segundo Pedro Nunes o fato de disputar três provas em três dias é preocupante quanto ao preparo físico, mas ainda mais em relação à concentração durante as corridas “Acho que o desgaste mental vai ser muito grande. Você tem que evitar batidas a qualquer custo, e nesse tipo de circuito isso não é uma coisa simples de se fazer”, analisa Pedro.

A rodada da Fórmula 3 Sul-americana em Santa Fé fará parte da programação da TC2000, principal campeonato de Turismo da Argentina e da América do Sul. Isso, atrelado ao fato de se tratar de uma pista de rua, deve atrair um enorme público para as provas do final de semana.

A classificação do campeonato é a seguinte:
1) Luis Razia, 20 pontos;
2) Mário Moraes, 08;
3) Bia Figueiredo, 08;
4) Fábio Bereta, 08;
5) Lucilio Baumer, 06;
6) Nelson Merlo, 06;
7) Clemente Faria Junior, 05;
8) Eduardo Leite, 05;
09) Fábio Casagrande, 05;
10) Pedro Nunes, 05;
11) Lú Boesel, 01;
12) Paulo Nigro, 0;
13) Diego Nunes, 0;
14) Enzo Morrone, 0 pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *