Motovelocidade: Pilotos se preparam para mais uma etapa do Brasileiro

O clima da segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade tomou conta do autódromo da cidade de Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul (a 155 quilômetros de Porto Alegre). Pilotos de várias partes do país já estão montando seus boxes e fazendo os últimos acertos nas motos para os treinos cronometrados, neste sábado, e as corridas de domingo. Cada ingresso será trocado por um quilo de alimento não perecível, sendo que as doações irão ajudar as obras sociais da Prefeitura de Santa Cruz do Sul.

O evento, que também será válido como o Campeonato Gaúcho de Motovelocidade, reunirá provas das categorias 125cc, 250cc, 500cc, Supersport (600cc) e Superbike (até 1000cc). Os respectivos vencedores destas categorias na primeira etapa, realizada no autódromo de Interlagos, São Paulo, foram Murilo Ribeiro, Ana Lima, Alecsandre Brieda, o Doca, Philippe Braga Thiriet e Pablo Henrique Martins, o Baratinha. “A briga vai ser dura e quero fazer o melhor possível”, disse o destaque da Superbike.

Aliás, a classe que é estreante no circuito nacional protagonizou a disputa mais acirrada da primeira etapa. Baratinha travou duelo com Gilson Scudeler e confirmou a vitória apenas na reta final, com dois milésimos de segundo de vantagem. “Espero ter a cabeça no lugar na hora da corrida e saber atacar no momento certo”, continuou Baratinha. Ele vai aproveitar o treino-extra desta quarta-feira para conhecer melhor o local das baterias. “A pista é novidade para mim e quero acertar a moto. Vou apertar um pouco nos treinos cronometrados e acelerar o máximo possível na corrida”, avisou.

Inscrições – Até o final da tarde desta quarta-feira, ainda será possível efetuar inscrições por meio do site da CBM (www.cbm.esp.br) com 50% de desconto nos valores. Outra possibilidade é garantir lugar nesta sexta-feira no local do evento, mas neste caso as inscrições terão valores integrais. O Brasileiro é composto por oito etapas. Além de São Paulo e do Rio Grande do Sul, haverá corridas no Paraná, Distrito Federal e Mato Grosso do Sul.

O Campeonato Brasileiro de Motovelocidade é organizado e promovido pela CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo), tem patrocínio de Honda e Mobil e co-patrocínio de Michelin e Arlen Ness.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *