F3: Equipe Prop Car faz testes em São Paulo, nesta quinta

Mesmo às vésperas do feriado de Páscoa a equipe Prop Car Racing não descansa. Durante toda esta quinta-feira (12) serão realizados testes com dois dos pilotos da equipe. Bruno Barbosa veio direto do Distrito Federal para conhecer os segredos dos 4.309 metros do Autódromo José Carlos Pace, em São Paulo. Já Lu Boesel conhece bem o traçado, mas quer se habituar com o carro que utilizará em todo o campeonato.

O piloto carioca, Lu Boesel, que estreou no automobilismo na extinta Fórmula Ford, treina apenas para se familiarizar com o bólido da Fórmula 3. O piloto, que marcou ponto já na estréia do calendário da categoria, não corria há exatos dois anos. “Estou começando agora a correr de Fórmula 3, e é bem diferente do Fórmula Renault que corri em 2004”, explica Boesel. Com passagens também na Fórmula Chevrolet, que fez surgir craques como Felipe Massa, o piloto espera “pegar a mão do carro” já nesta quinta. “Quero andar o máximo possível para entrar na briga pelo campeonato”, complementa o carioca.

O outro piloto da Prop Car, Bruno Barbosa, que marcou pontos nas duas etapas realizadas em Curitiba, também treinará com um Fórmula 3 só que da categoria Light. Bruno, que corre de Fórmula Renault, foi um dos cinco pilotos que pontuaram nas duas etapas realizadas em Pinhais, Grande Curitiba. “Quero marcar pontos em quantas etapas forem possíveis”, declarou o jovem Bruno. O brasiliense fará testes para se familiarizar com a pista paulistana. “Não quero baixar tempo em Interlagos e sim me acostumar com o traçado”, afirmou o piloto que faz sua primeira temporada no automobilismo. A Fórmula Renault corre em São Paulo apenas no dia 22 de outubro. A prova será preliminar da a Formula 1.

Apesar do possível adiamento da etapa da Fórmula Renault, em Tarumã (23/04), divulgada pela organização nesta quarta, a Prop Car se prepara para a corrida. “Enquanto não se confirmar a mudança no calendário estamos com tudo pronto para 23 de abril”, afirmou o engenheiro chefe da equipe, Guilherme Ferro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *