F3 Inglesa: Asmer busca título e Valério quer a primeira vitória na categoria

Piloto estoniano pode confirmar a conquista neste fim de semana, enquanto o brasileiro persegue um bom resultado no final da temporada.

Alberto Valerio recuperou nesta semana, durante testes particulares, o que vinha buscando desde as corridas de Brands Hatch, em julho. O entrosamento com o time, que lhe rendeu quatro pódios na temporada, está de volta num momento extremamente importante da temporada, a nona e antepenúltima rodada dupla da Fórmula 3 Inglesa, que será realizada neste domingo (26), em Thruxton. Se nos testes ele chegou a ser o mais rápido da Carlin Motorsport, nos treinos livres desta sexta-feira (24) confirmou a boa forma e voltou a andar com tranqüilidade no grupo dos dez primeiros colocados: oitavo de manhã, sexto à tarde.

Sua preocupação com uma boa performance nas corridas finais é justificável. Ele busca sua primeira vitória na categoria e, mais do que isso, quer terminar 2007 entre os pilotos mais rápidos para abrir as portas das categorias seguintes no ano que vem, com o objetivo de um dia chegar à Fórmula 1. “Desde a metade do campeonato, quando o título começou a ficar distante, tracei como meta vencer o maior número de provas. Infelizmente, tivemos alguns problemas com o acerto do carro e eu fui ficando longe do pódio. A esperança é voltar a andar na frente a partir deste fim de semana”, revela Alberto Valerio.

Ao que tudo indica, as coisas estão bem encaminhadas. Além do bom rendimento nos testes e nos treinos livres, ele e a Carlin Motorsport tem como fator de motivação o histórico em pistas de alta velocidade, como a de Thruxton. O time sempre anda bem neste tipo de circuito e Alberto Valerio fez uma das melhores apresentações de sua carreira ainda neste ano, num traçado de características semelhantes, em Monza, na Itália. “Nós sempre andamos muito bem em pistas velozes e estamos torcendo para que seja assim também em Thruxton”, afirma.

O melhor representante brasileiro da categoria (ocupa o sétimo lugar na tabela de pontos), conhece bem o autódromo de Thruxton, onde disputou as corridas do ano passado. “Foi aqui que eu consegui minha melhor posição de largada no ano passado e também um dos melhores resultados”, conta Alberto Valerio. Na época, correndo por uma equipe totalmente brasileira, ele fez o quinto tempo na sessão classificatória, terminou uma das provas em sexto e chegou a fazer a melhor volta. “Lembro que estive perto da vitória. Só faltou um pouco de sorte. Tomara que ela esteja comigo desta vez”, conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *