GP2 Series: Bruno Senna procura causas do 18º lugar na Turquia

Ainda não foi desta vez que a Arden International conseguiu encontrar uma solução para o fraco rendimento de seus carros na Fórmula GP2. Nos treinos classificatórios desta sexta-feira em Istambul Park, válidos para a formação do grid da 14ª etapa da temporada, Bruno Senna ficou em 18º, enquanto seu companheiro de equipe, o sul-africano Adrian Zaugg, não passou do 20º lugar.

“Estamos tomando um charuto violento”, admitiu Bruno Senna, preocupado com os quase dois segundos de diferença para o pole Luca Filippi, da SuperNova International.

No meio da tomada de tempos de 30 minutos, Bruno Senna pediu ao engenheiro Mick Cook que a traseira do carro fosse rebaixada. A mudança não deu resultado: com o carro raspando no chão e sem estabilidade nas inúmeras curvas de alta do circuito turco, as chances de subir na classificação caíram por terra. “Esta pista é como Spa-Francorchamps, na Bélgica. Se você não sair bem de todas as curvas, tudo fica muito mais difícil”, comentou.

Bruno Senna disse que o mais preocupante do quadro atual é que os carros da Arden International não apresentam um problema específico. “O Zaugg se queixa das mesmas dificuldades. Se o carro apenas saísse de frente, por exemplo, seria mais fácil combater as causas. Mas não há nada aparentemente tão grave. Mas não conseguimos colocar velocidade na tangência das curvas. Aí, tenho de mandar o pé no acelerador e o carro acaba saindo de traseira”, explicou.

Até à corrida de amanhã, a primeira da rodada dupla do fim de semana em Istambul Park, Bruno Senna e seu engenheiro continuarão buscando respostas que teimam em não aparecer. Na opinião do piloto, o equilíbrio do carro até que é satisfatório. O que falta mesmo é velocidade. “O desgaste dos pneus está bom, o que é uma boa notícia numa corrida longa e debaixo do forte calor que está fazendo na Turquia. Vamos ver o que ainda é possível fazer para a prova.”

O alemão Timo Glock, líder do campeonato com 55 pontos, completará a primeira fila ao lado de Filippi. O ex-piloto da Jordan na Fórmula 1 levou importante vantagem em sua luta contra Lucas di Grassi, de quem está separado por apenas um ponto na tabela. Di Grassi sairá em 6º. Bruno Senna precisa de um bom resultado para se manter entre os 10 melhores da classificação geral. Atualmente, é o 9º com 24 pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *