F3 Inglesa: Gabriel Dias alcança sua segunda vitória na categoria

Piloto da Hitech demonstrou frieza e agressividade nas duas corridas disputadas neste sábado (29) no circuito de Hockenheim. Curitibano é o melhor brasileiro na pontuação.

Gabriel Dias apresentou performance incontestável na segunda corrida da quarta rodada tripla pelo Campeonato Britânico de Fórmula 3 neste sábado (29) em Hockenheim, na Alemanha. O curitibano, piloto da Hitech, recuperou-se de uma má largada para alcançar a liderança na nona das 16 voltas, abrir vantagem e cruzar a linha de chegada na primeira colocação. O segundo colocado foi o inglês Oli Webb, seguido de outro brasileiro, Adriano Buzaid, da Carlin. 
O resultado marcou a segunda vitória de Gabriel nesta temporada – que poderia ser a terceira, não fosse uma controversa decisão dos comissários na etapa de Magny Cours, na França (na ocasião, ele foi punido por supostamente ter queimado a largada. A vitória ficou nas mãos do francês Jean-Eric Vergne).
“Não tenho com descrever a alegria dessa vitória. Foi limpa, tranqüila, e mostra, principalmente, o quanto evoluímos e estamos fortes”, celebrou o curitibano de 19 anos, 29º brasileiro a vencer na história da Fórmula 3 Inglesa, a 133ª de um piloto do país na categoria que revelou 10 campeões mundiais de Fórmula 1: Jackie Stewart, Emerson Fittipaldi, James Hunt, Jody Scheckter, Alan Jones, Nelson Piquet, Nigel Mansell, Ayrton Senna, Mika Hakkinen e Jenson Button.
Antes da largada para a segunda corrida deste sábado, a Hitech trocou a embreagem do Dallara-Volkswagen de Dias, que quebrou minutos antes da primeira prova e obrigou o paranaense a largar dos boxes. Com a embreagem nova, Gabriel afirmou ter sentido dificuldades, que se refletiram em sua largada. “Fiz uma largada segura, mas ruim. Caí de segundo para o quarto lugar, mas recuperei uma posição já na primeira volta”, lembrou.
Na alça de mira de Gabriel estavam o compatriota Adriano Buzaid e o vice-líder do campeonato, o britânico Oli Webb. “Foi difícil passar o Buzaid”, disse. Depois de assumir a segunda posição, o curitibano passou a tirar meio segundo por volta em relação ao líder, e já no quarto giro iniciou-se a disputa pela ponta.
“Tentei passar duas vezes no hairpin mas ele fechou a porta. Foram manobras limpas, dentro do regulamento. Então a estratégia passou a ser o elemento-surpresa. Dei uma pequena distância na reta que antecede esta curva, mergulhei na freada e o peguei desprevenido”, detalhou o piloto, que consolidou a manobra para assumir a liderança na nona volta. “Dali em diante, consegui abrir boa distância e fiz uma corrida tranqüila”, comentou.
No final, Gabriel recebeu a bandeira quadriculada após 16 voltas com 1s165 de vantagem para Webb, com direito à volta mais rápida da corrida e dois pontos de bonificação. “Eu tinha de conservar os pneus para a corrida de domingo, e na parte final levei um susto com o óleo que havia sido deixado na pista por um piloto que teve problemas de motor. Quase passei reto em uma curva”, apontou.
Com a vitória, Gabriel soma agora 75 pontos e permanece na quarta posição no campeonato, sendo o melhor brasileiro na classificação geral e diminuindo de 14 para sete pontos a diferença para seu adversário mais próximo, o inglês James Calado, sexto na corrida.
“O carro estava ótimo, e foi muito bonito ver a alegria da equipe. O campeonato tem muitos altos e baixos, mas este é um ótimo progresso. Vencer com esta facilidade mostra a nossa força, com certeza”, disse.
Tensão antes da primeira corrida 
Em segundo lugar no grid para a bateria de abertura da quarta rodada tripla, Gabriel foi obrigado a largar dos boxes enquanto alinhava no grid por causa da quebra da embreagem. “Para não deixar o motor apagar, a equipe deixou o carro ligado com a primeira marcha engatada, mas com o macaco levantando as rodas de trás para que elas ficassem girando. Foi uma situação tensa”, explicou.
Saindo em 21º e último lugar, Gabriel provou que as decisões no acerto de seu carro foram corretas e iniciou uma corrida de recuperação. O curitibano da Hitech ultrapassou nada menos que 14 carros para chegar à sétima posição. “Tive que ir para cima, mas com uma pilotagem limpa. O carro estava muito bom e graças a Deus deu tudo certo. Assim eu pude somar mais quatro pontos. Olhando no aspecto geral, que em condições normais eu largaria em segundo, não foi um bom resultado. Mas pela corrida que tivemos, é algo a se comemorar”, analisou. 
O sorteio dos pilotos que terminaram entre a sexta e décima colocação premiou o oitavo, Webb, com a pole position, colocando Gabriel novamente em segundo no grid. Neste domingo (30) acontece a terceira corrida, a partir das 5h30 (de Brasília), e o paranaense larga na primeira fila, ao lado do pole Jean-Eric Vergne. “Estou muito otimista com o ritmo que temos demonstrado. Agora é colocar tudo junto novamente para buscar a vitória”, disse Gabriel.
Confira os 10 melhores no resultado da segunda corrida em Hockenheim:
1 Gabriel DIAS / BRA, Hitech Dallara-Volkswagen, 13 voltas
2 Oli WEBB / GBR, Fortec Dallara-Mercedes, a 1s165
3 Adriano BUZAID / BRA, Carlin Dallara-Volkswagen, a 1s980
4 Jay BRIDGER / GBR, Litespeed Dallara-Mercedes, a 3s649
5 Jean-Eric VERGNE / FRA, Carlin Dallara-Volkswagen, a 4s174
6 James CALADO / GBR, Carlin Dallara-Volkswagen, a 5s679
7 William BULLER/ GBR, Hitech Dallara-Volkswagen, a 6s660
8 Jazeman JAAFAR / MAS, Carlin Dallara-Volkswagen, a 10s741
9 Rupert SVENDSEN-COOK / GBR, Carlin Dallara-Volkswagen, a 17s679
10 Carlos HUERTAS / COL, RR Dallara-Mercedes a 24s060
*MELHOR VOLTA: Gabriel Dias, 1min34s695 (média de 173,85km/h)
Os 10 primeiros colocados da primeira corrida, disputada pela manhã:
1 Jean-Eric VERGNE / FRA, Carlin Dallara-Volkswagen 25min28s768
2 Jazeman JAAFAR / MAS, Carlin Dallara-Volkswagen +19s192
3 Daniel McKENZIE / GBR, Fortec Dallara-Mercedes +21s292
4 James CALADO / GBR, Carlin Dallara-Volkswagen +22s092
5 Adriano BUZAID / BRA, Carlin Dallara-Volkswagen +29s286
6 Jay BRIDGER / GBR, Litespeed Dallara-Mercedes +30s552
7 Gabriel DIAS / BRA, Hitech Dallara-Volkswagen +31s061
8 Oli WEBB / GBR, Fortec Dallara-Mercedes +38s149
9 James COLE / GBR, T-Sport Dallara-Mugen Honda +39s658
10 Menasheh IDAFAR / GBR, T-Sport Dallara-Mugen Honda +40s840
Campeonato: 10 primeiros colocados após 11 provas realizadas
1-) Jean-Eric Vergne, 140 pontos
2-) Oli Webb, 127
3-) James Calado, 82
4-) Gabriel Dias, 75
5-) Adriano Buzaid, 68
6-) Jazeman Jaafar, 49
7-) Daisuke Nakajima, 49 
😎 Rupert Svendsen-Cook, 43
9-) Carlos Huertas, 41
10-) William Buller, 33

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *