F3 Inglesa: Para Gabriel Dias, Fórmula 3 preparará melhor para a GP2

Piloto da Hitech comemora as novas regras, que entrarão em vigor nessa temporada, e acredita que a palavra-chave desse campeonato será “consistência”.

Depois de 20 anos sem modificações, a organização do Campeonato Inglês de Fórmula 3 apresentou na última semana o novo regulamento para a temporada de 2010. As etapas passarão a ser triplas, o que elevará de 20 para 30 corridas na temporada. Outras mudanças importantes modificaram o sistema de pontuação e de formação do grid. O piloto brasileiro Gabriel Dias aprovou as novas regras e acredita que a competição cumprirá ainda melhor o seu papel principal: revelar talentos e preparar os atletas para a GP2, principal categoria de acesso à Fórmula 1.
Aos 19 anos, o piloto de Curitiba, vice-campeão da National Class do Campeonato Inglês de Fórmula 3 de 2009, com oito vitórias e 15 pole positions, fará sua estreia na categoria principal – a International Class – de um dos mais prestigiados torneios de base do planeta competindo pela Hitech, equipe que figura entre as principais do campeonato. “Eu achei bem interessante porque, claramente, se vê que a organização está tentando preparar melhor os pilotos para a GP2, utilizando mais ou menos a mesma regra para a largada da segunda corrida, que é a do grid inverso”, afirmou.
A competição será realizada em três dias. No primeiro, o treino oficial, que terá 30 minutos de duração, definirá a posição de largada da primeira prova, que terá o mesmo tempo de duração do treino e disputada no mesmo dia. Novidade: valerão apenas os segundos melhores tempos de cada piloto para a formação do grid. A pontuação nesta prova de abertura será maior (20-15-12-10-8-6-4-3-2-1) e o autor da melhor volta receberá um ponto extra. 
No segundo dia acontecerá uma Sprint Race, de apenas 20 minutos. O grid para esta prova terá como base o resultado final da primeira corrida, com os dez primeiros alinhando de forma invertida. Ou seja: o 10º será o pole e assim sucessivamente. Essa disputa terá pontuação menor (10-9-8-7-6-5-4-3-2-1), porém o piloto que fizer a volta mais rápida será bonificado com dois pontos. 
Por fim, acontecerá a corrida mais longa, de 40 minutos. Nesta sim valerão os melhores tempos do treino oficial realizado no dia anterior. “Apesar de serem somente dez minutos a mais, fará uma grande diferença, principalmente porque estaremos com pneus mais gastos já no início da corrida, devido às duas corridas anteriores”, disse. “Acredito que a palavra chave desse campeonato será ‘consistência’. Terminar corridas evitando acidentes e falhas mecânicas também será essencial”, completou. 
Muitos brasileiros já brilharam na competição. Entre eles: Emerson Fittipaldi, Nelson Piquet, Chico Serra, Ayrton Senna, Rubens Barrichello, Gil de Ferran, Mario Haberfeld, Enrique Bernoldi, Luciano Burti, Antonio Pizzonia, Nelsinho Piquet e Bruno Senna, entre outros, venceram corridas ou campeonatos. Gabriel Dias espera ser o próximo a escrever seu nome na história do torneio inglês.
Confira o calendário do Campeonato Inglês de Fórmula 3:
03-05/abril: Oulton Park
01-02/maio: Silverstone
22-23/maio: Magny Cours (França)
29-30/maio: Hockenheim (Alemanha)
17-18/julho: Rockingham
30-31/julho: Spa-Francorchamps (Bélgica)
07-08/agosto: Thruxton
14-15/agosto: Silverstone
29-30/agosto: Snetterton
25-26/setembro: Brands Hatch

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *