F3 Inglesa: Sob chuva, Gabriel Dias faz bom teste em Silverstone

Curitibano, que foi envolvido em um acidente na segunda corrida de Oulton Park, fez ajustes para a próxima rodada dupla da F3 inglesa.

Gabriel Dias voltou à ativa nesta quinta-feira (16) no autódromo de Silverstone, na Inglaterra. O brasileiro participou de quatro sessões de testes com sua equipe, a T-Sport, no circuito que receberá a segunda rodada dupla da temporada da Fórmula 3 britânica, dia 3 de maio.

Havia incerteza quanto à presença do piloto de 18 anos no treino depois do acidente em que seu Dallara-Mugen Honda foi envolvido durante a corrida complementar da rodada de abertura do campeonato, na última segunda-feira (13), em Oulton Park. “Deu tudo certo, a equipe trabalhou rápido e deixou o carro pronto a tempo de treinar. Apesar de eu ter andando pouco nas duas primeiras sessões por causa de ajustes e alguns problemas menores, foi um dia proveitoso porque fiz um bom treino na chuva”, afirmou o curitibano, terceiro colocado na tabela da National Class, divisão de acesso do Campeonato Inglês de Fórmula 3.

Durante as primeiras voltas, Gabriel percebeu a repetição de um problema que o incomodou durante os treinos livres em Oulton Park. “Havia algo na parte elétrica que fazia o motor falhar na reta. Então, toda vez que eu parava nos boxes, trocávamos alguma peça do sistema, inclusive a chave geral, até encontrarmos o problema, que era na centralina do motor”, explicou. “Depois disso, o carro se portou muito bem”.

Nas duas primeiras sessões a pista estava apenas úmida. Foi o momento usado pelos pilotos para registrar seus melhores tempos no dia. Mas foi também a parte da prática em que o Dallara-Mugen Honda de Gabriel apresentou problemas – quando ele completou apenas 13 voltas. Nas duas sessões da tarde choveu forte em Silverstone, e foi sob estas condições que Dias marcou 2min08s969 na mais rápida de suas 26 voltas após o almoço, o melhor tempo entre os competidores do National Class, mesmo tendo completado apenas cinco voltas em sua série mais longa. A melhor marca do dia foi assinalada por Max Snegirev, com a pista mais seca, mas justamente nas duas sessões em que Dias tinha problemas no carro. Nos treinos da tarde, já sob chuva, no entanto, Gabriel foi muito mais veloz que o russo: registrou uma marca 2s350 melhor do que a de Snegirev, o competidor mais próximo.

“Com a chuva, muitos pilotos saíam da pista e isso ocasionou muitas bandeiras vermelhas. Por isso não andamos tanto quanto gostaríamos. Foram apenas 39 voltas o dia todo, quando o normal é fazer perto de 60”, explicou Nick Silvester, engenheiro de pista de Gabriel Dias. “Mesmo assim, foi muito interessante ver o progresso do Gabriel nessas condições. Ele está se acostumando com o carro ainda, mas demos alguns bons passos hoje”, descreveu.

A próxima atividade de pista da Fórmula 3 inglesa será no dia 1º de maio, quando acontecerão os primeiros treinos livres para a segunda rodada dupla do campeonato, no mesmo circuito de Silverstone.

Tempos, Silverstone, 16 de abril de 2009 (National Class):
1 Max Snegirev/RUS, West-Tec Dallara-Mugen Honda, 2m07.689s
2 Gabriel Dias/BRA, T-Sport Dallara-Mugen Honda, 2m08.969s
3 Victor Correa/BRA, Litespeed-Mugen Honda, 2m11.032s

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *