F3 Japonesa: Líder do campeonato, Streit está otimista para rodada tripla em Autopolis

Líder do campeonato, com três vitórias, duas poles e o total de sete pódios, o brasileiro Roberto Streit (Perkons), da equipe Inging Motorsport, está bastante otimista para a rodada tripla da Fórmula 3 Japonesa, que será disputada neste final de semana (dias 4 e 5) em Autopolis.

No ano passado, o piloto carioca venceu uma das etapas realizadas no circuito e também garantiu um segundo lugar.

Os treinos coletivos para a rodada terão início na quinta-feira (dia 2) no Japão, ainda noite de quarta (1) no Brasil. A 11ª etapa será realizada no sábado e as 12ª e 13ª etapas no domingo.

“Acredito que o circuito de Autopolis, comparado com as outras pistas, é onde temos as melhores condições de andar na frente. Tenho certeza de que estaremos bastante competitivos”, declarou Streit, que tem 146 pontos no campeonato, contra 139 do vice-líder Oliver Jarvis.

O final de semana com três corridas faz os pilotos redobrarem a atenção nos treinos classificatórios. “Apesar de termos uma corrida a mais, a estratégia continua sendo focar nas tomadas de tempo. É muito importante estar bem posicionado no grid para as três corridas. Depois, o objetivo é largar bem, porque lá é quase impossível ultrapassar, e continuar somando bons pontos e buscando a vitória, sem cometer erros”, frisou o carioca, de 23 anos.

Apesar de não ter retas longas, a pista de Autopolis é de alta velocidade, com curvas longas e várias subidas e descidas. “Pilotar lá, para mim, sempre foi empolgante”.

Streit afirma que a temporada até aqui tem ficado além das expectativas da equipe. “Nós queríamos lutar pelo campeonato, mas não poderia imaginar que estaríamos na situação que ocupamos hoje. Temos conseguido, às vezes por sorte, outras vezes por termos tirado 120% das condições da pista ou do carro, superar problemas que sempre tivemos com o motor. Autopolis e Hiland, com certeza, serão duas corridas chaves para conseguir o título, porque acredito que teremos mais dificuldades em Fuji. Já em Motegi, acho que teremos mais chances de brigar”, finalizou o piloto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *