F3 Sulamericana: Batida encerra corrida de recuperação de Rodolpho Santos

Depois de largar em 12º, piloto goiano foi jogado para fora quando ganhava o sexto lugar. Público compareceu em peso ao autódromo.

As primeiras voltas da 9ª etapa do Campeonato Sul-Americano de Fórmula 3, realizada neste sábado no Autódromo Oscar Cabalén, em Córdoba (Argentina), mostraram que o goiano Rodolpho Santos (Neo Química/Palu Suisse/Wurth) e a equipe Amir Nasr Racing conseguiram mesmo um bom acerto para seu Dallara F301/Ford-Berta. Apesar de sair em 12º, Rodolpho chegou a andar em 6º na 15ª volta e tinha condições de terminar entre os cinco primeiros. Mas uma manobra do piloto Douglas Hiar, que havia errado e ido parar no lado sujo da pista, acabou tirando as chances de Santos. A batida ocorreu na Curva 1, a 230 km/h: “Eu coloquei o carro por dentro, e já tinha meio carro de vantagem, quando o Hiar voltou. Não sei se não me viu, só sei que batemos e minha asa dianteira ficou danificada. Nesta pista, super-veloz, uma asa quebrada é o fim. Meu carro perdeu toda a agressividade e precisão, especialmente nas curvas de alta”, diz o piloto da equipe Amir Nasr Racing.

E foi justamente em uma curva de alta que Santos foi obrigado a abandonar: “Na curva 2, o carro perdeu totalmente a aderência e parecia ter vontade própria: foi direto para fora da pista. Isso aconteceu por que eu tentei manter o mesmo ritmo que tinha antes da batida, que era um objetivo realmente impraticável. Mas achei melhor tentar do que ficar na pista como figurante”, diz Rodolpho Santos.

Autódromo cheio – A vitória na corrida foi do paulista Mário Romancini, seguido pelo líder do Campeonato Sul-Americano, o mineiro Clemente de Faria Júnior. Em outra das cinco categorias presentes, a TC2000, o carioca Cacá Bueno obteve a pole position para a etapa da categoria, que corresponde à Stock Car local. Cacá compete pela equipe oficial da Honda. A popularidade da TC2000 encheu as arquibancadas e impressionou os jovens brasileiros da F-3: “Hoje ainda é sábado, a TC2000 só compete amanhã, mas já há torcidas uniformizadas presentes. No Brasil, nosso automobilismo doméstico ainda está muito longe disso”, comentou Rodolpho Santos. Também competirão neste fim de semana as categorias Fórmula 4, Fórmula Renault 1.6 e Copa Mégane.

Neste domingo, a Fórmula 3 disputa a 10ª etapa, a partir das 9h18. Antes, às 8h00, os pilotos vão à pista de 4.045 metros para o treino de aquecimento, que terá duração de apenas 15 minutos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *