F3 Sulamericana: Briga pelo quarto lugar envolve quase todo o grid em Buenos Aires

Com exceção dos três primeiros, e do último colocado na tabela, todos os demais competidores da classe principal da categoria disputam ponto a ponto a mesma posição no campeonato.

Em uma temporada em que a experiência do paulista Leonardo Cordeiro e do paranaense Cláudio Cantelli – ambos com três anos de estrada no automobilismo – tem feito a diferença na Fórmula 3 Sul-Americana, uma disputa em particular tem chamado a atenção na primeira metade do calendário da categoria continental.

Passadas as oito primeiras corridas do ano, disputadas em Brasília, Curitiba, Rio de Janeiro e Santa Cruz do Sul, a disputa pelo quarto lugar segue envolvendo praticamente todo o grid da classe principal da categoria, que reúne dez pilotos em 2009. Com exceção do terceiro colocado, Lucas Foresti, e do décimo, Henrique Lambert – que estreou na categoria com a temporada já em andamento, e por isso teve a chance de acumular menos pontos que os demais – todos os outros pilotos da categoria podem ser considerados candidatos à posição de quarto colocado no campeonato.

O atual detentor da quarta colocação é o brasiliense Yann Cunha (Razia Sports), que já obteve dois pódios na temporada subiu no campeonato apesar dos problemas enfrentados na rodada dupla passada, em Santa Cruz do Sul. Yann tem 29 pontos na tabela, e uma vantagem de apenas dois para o trio de pilotos que ocupa a quinta posição. Leonardo de Souza, Nilton Molina e Lu Boesel somam 27 pontos cada, e mantém dois pontos de diferença para Fernando Galera, o oitavo no campeonato com (25). Um pouco mais atrás, com 16, aparece o goiano Igor Veras.

Tamanho equilíbrio confere importância extra à etapa deste final de semana, em Buenos Aires, que marca o retorno da Fórmula 3 Sul-Americana ao autódromo Oscar Galvez. “Neste final de semana será impossível não pensar no campeonato nos dois sentidos”, disse Yann Cunha. “Além de buscar uma posição melhor, será preciso ficar de olho nos pilotos que estão logo atrás, já que do quarto ao décimo colocado, a diferença é de apenas 17 pontos”, comentou o brasiliense.

Em sua estréia no circuito argentino, Cunha aposta no bom desempenho obtido nos treinos livres para a etapa de Santa Cruz do Sul, e no clima mais ameno da província de Buenos Aires nesta época do ano, para retornar ao pódio. “Em Santa Cruz começamos o final de semana muito bem, mas tivemos dificuldades nos treinos de classificação. Como em Buenos Aires a temperatura está mais amena, a expectativa é muito boa”, comentou o representante da Razia Sports.

A Fórmula 3 Sul-Americana divide a pista neste final de semana com as categorias Turismo Pista, Turismo 4000 e Turismo Internacional, todas da Argentina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *