F3 Sulamericana: Depois de dois pódios em Tarumã, Beretta quer render mais

A 5ª e 6ª etapas do Campeonato Sul-americano de Fórmula 3 serão disputadas neste fim de semana em Curitiba, Paraná. Depois de quatro provas, apenas dois piloto venceram: Clemente Faria Junior (as duas em São Paulo) e Geovane Cerutti (as duas em Tarumã).

Mas quem pensa que na prova de Curitiba pode acontecer o que aconteceu nas quatro corridas anteriores, está enganado. “Em Curitiba não acredito. É muito difícil ganhar as duas corridas lá. Principalmente porque tem bons pontos de ultrapassagem. O fim da reta principal, por exemplo, se entrar bem – no vácuo – dificilmente quem está na frente segura”, prevê Fábio Beretta (Avanti/Itupetro) da equipe Bassani Racing.

Depois de não pontuar nas duas primeiras corridas e marcar dois 3º lugares nas duas corrias seguintes, Beretta acredita que já chegou a hora de brigar por vitórias. Segundo ele, o bom clima na equipe e os últimos bons resultados vão ajudar muito em Curitiba. “Já estamos brigando pelos pódios. Chegou a hora de brigar pelas vitórias. A equipe está muito bem e estamos em franca evolução no campeonato. Tanto eu quanto o Denis (Denis Navarro, também piloto Bassani Racing) estamos muito entrosados com todo o time. Espero fazer duas boas corridas em Curitiba”, disse confiante.

Fábio Beretta ocupa a 4ª colocação no campeonato com 12 pontos. A liderança é do mineiro Clemente Faria Junior com 28 pontos. A pontuação da competição segue os mesmos padrões da Fórmula 1. 10 pontos para o vencedor, 08 para o 2º, 06 para o terceiro e assim diminuindo um ponto até o 8º marcar 1 ponto. “É um campeonato que qualquer pontinho faz a diferença. Temos o bom exemplo do Lewis Hamilton na Fórmula 1. Não ganhou nenhuma corrida é o líder. Vamos atrás de pontos no Sul”, finalizou Beretta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *